Deputados discutem crise no orçamento das prefeituras para a Saúde

0

22340382105_d86fcc3887_zPonto pacífico entre prefeitos de cidades paulistas é a falta de recursos para arcar com o custeio e novos investimentos da área da saúde. Este foi o tema de audiência pública realizada na Assembleia Legislativa, sob a presidência do deputado estadual Gil Lancaster (DEM), à frente, na ocasião, da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa.

publicidade

Em entrevista após a audiência, Gil Lancaster (vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia) afirmou que as críticas a respeito do aumento dos repasses para as prefeituras merecem atenção. “Os prefeitos e secretários da saúde são os que, de fato, sabem como está a saúde nas cidade, mas também é preciso considerar os investimentos estaduais para o atendimento em saúde pública”, disse o deputado.

A audiência, realizada para avaliar a situação orçamentária da Secretaria Estadual de Saúde, também teve como foco promover o debate sobre os recursos da União para os municípios. Estiveram presentes prefeitos e representantes de chefes do Executivo de cidades paulistas de diferentes regiões do Estado de São Paulo.

publicidade

Representantes da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems-SP) e da Associação Paulista dos Municípios (APM) também participaram da audiência pública.

Do lado dos municípios, prefeitos e secretários de saúde afirmaram que faltam recursos da União e Estado para a área da saúde, especialmente no que diz respeito à atenção básica. Já por parte do governo paulista, foi defendido que o governo faz investimentos em atenção básica por meio de diferentes programas de saúde.

publicidade

Comentários