Dirigente do Osasco Audax vendeu flat a delator da Lava Jato

0
Operador e delator Lucio Funaro diz ter comprado imóvel de Vampeta, presidente do Osasco Audax, para uma das filhas de Eduardo Cunha / Foto: divulgação

E dessa vez quem foi citado na Lava Jato foi ninguém mais, ninguém menos que o ex-jogador Vampeta, presidente do Osasco Audax. Ele vendeu um flat em São Paulo para o operador e delator Lúcio Funaro, que relatou o episódio em depoimento nesta terça-feira, 31.

O imóvel teria sido comprado com recursos oriundos de esquemas de corrupção por Funaro para a enteada do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Questionado pelo juiz sobre quem era o dono do imóvel, Funaro declarou: “Aquele que deu cambalhota no Palácio do Planalto”.

Publicidade

Inicialmente, Vampeta negou, dizendo ser “uma mentira do caramba”. Mais tarde, afirmou à Folha de S. Paulo que viu fotos na internet e reconheceu o delator. “Lembrei dele direitinho. Vou ter que dizer que ele não mentiu. Porque era ele mesmo. Ele estava de terno, sentado no lugar que fechamos o negócio. Mas só vi ele rapidamente na hora de assinar a papelada”.

Vampeta, sobre venda de imóvel a Funaro: “só vi ele rapidamente na hora de assinar a papelada” / Foto: Antonio Cícero

Sobre o imóvel ter sido destinado a esquemas envolvendo Eduardo Cunha, Vampeta diz não se importar. “Se soubesse na época, teria vendido até minha irmã para ver se chegava em R$ 51 milhões”, declarou à Folha, em referência ao dinheiro encontrado no apartamento vinculado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Comentários