Dono de mercadinho coloca celular no pé para gravar por baixo de saia das clientes

0
Dono de mercadinho coloca celular no pé para gravar por baixo de saia das clientes
Ele foi flagrado gravando por baixo da saia de uma jovem de 17 anos / Foto: Reprodução/Balanço Geral

O dono de uma mercearia foi flagrado gravando por baixo da saia das mulheres que passavam de vestido ou saia pelo caixa do estabelecimento. Desconfiado, o namorado de uma jovem gravou o momento em que o comerciante esticou com o pé, com o celular encaixado no chinelo, para gravar as imagens das partes íntimas da garota. O caso aconteceu em Diadema, na Grande São Paulo.

publicidade

A ideia de registrar a ação foi pensada pelo namorado da jovem, de 17 anos, logo após suspeitarem que, além dela, outras mulheres estariam sendo vítimas. Ao chegar em casa com a prova, o casal contou para a mãe da menina, que chamou a polícia imediatamente e todos foram parar na delegacia.

A mãe da jovem disse que a mesma situação já teria acontecido com ela. “Como foi muito rápido, achei que poderia ter sido só o pé dele. Mas fiquei me perguntando ‘será que é?’ Só que não tinha como provar”, contou ao “Balanço Geral”, da Record TV.

publicidade

Na vizinhança, outras mulheres começaram a relatar que também passaram por situações parecidas. “Ele vê que a pessoa vai perceber e chama a pessoa para mais perto dele. A tática é sempre a mesma: mostrar as bijuterias que ele vende e oferecer até emprego enquanto faz as imagens”, disse a mãe da jovem.

Na reportagem, outra mulher disse por telefone que suspeita ter sido vítima também. Já um homem afirmou para a mãe da menina, por mensagem, que eu dono do mercadinho chegou a oferecer emprego para a esposa dele. Outra mulher disse que ela e a filha foram vítimas do homem.

publicidade

No dia em que a reportagem foi até o marcadinho para conseguir falar com o proprietário, o estabelecimento estava fechado. “A gente sabe que ele ainda está solto. Então, a gente não sai na rua. A gente fica com medo de encontrar com ele. A minha filha não dorme a noite com medo”, disse a mãe da garota.

O caso está sendo apurado pela polícia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o celular usado para registrar as imagens por baixo das saias das mulheres foi apreendido para perícia. O caso foi registrado como utilizar-se de criança ou adolescente em cena de sexo explícito.

Comentários