“É momento de apresentar novas ideias para a cidade”, diz Piteri, que oficializou candidatura a prefeito neste domingo

2
Délbio Teruel e Claudio Piteri posam com simpatizante ao fim da convenção da coligação PPS/PMN/PPL / Foto: Leandro Conceição

Claudio Piteri (PPS) oficializou sua candidatura a prefeito de Osasco em convenção realizada neste domingo, 31, na Câmara Municipal. O vice dele é Délbio Teruel (PMN), que abriu mão de ser candidato à prefeitura para apoiá-lo. A coligação reúne ainda o PPL.

publicidade
Délbio Teruel e Claudio Piteri posam com simpatizante ao fim da convenção da coligação PPS/PMN/PPL / Foto: Leandro Conceição
Délbio Teruel e Claudio Piteri posam com simpatizante ao fim da convenção da coligação PPS/PMN/PPL, neste domingo, 31 / Foto: Leandro Conceição

Em entrevista ao Visão Oeste, Piteri disse que resistiu às sondagens para ser vice de Jorge Lapas (PDT), que tenta a reeleição, e manteve a candidatura porque “é momento de apresentar novas ideias para a cidade”. “Este sentimento que tenho de que a gente pode apresentar um projeto novo para a cidade que me motivou a manter a candidatura, buscar essa aliança com o Délbio Teruel, que é uma aliança importante para a gente”, declarou.

Sobre as propostas para Osasco, Piteri declarou que as áreas prioritárias são Saúde e Educação. “A área da Saúde é um problema sério, precisa fazer o que existe funcionar. Há uma rede grande na cidade, mas que não funciona… [tem] desde falta de equipamentos até remuneração dos profissionais etc. Na Educação, [pretendo] começar a discutir a jornada integral na cidade, que não existe, discutir a ampliação do horário das creches até às 20h, que não existe e isso é um problema para a mãe que trabalha”.

publicidade

Outro foco de Piteri para caso seja eleito prefeito são políticas para a juventude. “Fiquei 7,5 anos como vice-presidente da Fundação Casa e percebi o que a falta de políticas públicas pode ocasionar para a criança, o adolescente, especialmente da periferia. Então, buscar uma política neste sentido, na área do Esporte, da Cultura”.

Além disso, declarou o candidato do PPS à prefeitura de Osasco, “mobilidade urbana precisa ser bem discutida na cidade, criando uma política mais organizada”.

publicidade

Piteri afirmou ainda que pretende aumentar o salário do funcionalismo. “E não só isso: merece ter melhores condições de trabalho, de qualificação”.

PSDB
Especulações apontam para o apoio de uma ala do PSDB à candidatura de Piteri, já que Celso Giglio bateu o pé para concorrer à prefeitura mesmo estando novamente declarado inelegível pela Justiça Eleitoral, assim como em 2012. Com isso, Giglio pode ter novamente os votos anulados. Piteri despista, mas admite: “Tenho muitos amigos no PSDB e claro que tenho amigos [do PSDB] que têm simpatia pela nossa candidatura”.

Comentários