Artigo – É preciso abrir o caixa do Metrô

1

(*) Carlos Neder

publicidade

As graves denúncias sobre cartel (acordo ilegal entre empresas para aumentar preços de produtos e serviços) nos contratos de trem e metrô reacendem as críticas sobre possível favorecimento de empresas e particulares, tendo em vista os baixos investimentos do Governo do Estado nesse estratégico meio de locomoção em massa.

São Paulo tem o menor sistema metroviário do mundo. Enquanto Nova York, com seus 8,5 milhões de habitantes, conta com mais de 470 quilômetros de linhas, a capital paulista, com mais de 11,3 milhões de moradores, tem cerca de 70 quilômetros. O resultado é que os engarrafamentos nas vias públicas trazem prejuízos ao Estado e o país.

publicidade

Essas denúncias surgem justamente no momento em que as manifestações de rua reivindicam transporte público e de qualidade, resultando na redução da tarifa de ônibus em vários locais. Houve, inclusive, a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na Câmara Municipal de São Paulo, que está analisando as planilhas de custo desse sistema na cidade.

O governo estadual e a Assembleia Legislativa de São Paulo não podem, mais uma vez, se omitir. Daí a importância de uma CPI para apurar as denúncias de direcionamento nos contratos de trens e metrô. A liderança da bancada do PT elaborou um pedido de investigação que, para ser aprovado, necessita do apoio dos demais parlamentares.

publicidade

É inadmissível a afirmação do governador Alckmin de que, se confirmado o cartel, o Estado é vítima das empresas e na investigação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), órgão vinculado ao Ministério da Justiça. A administração estadual não pode se eximir de responsabilidade no ocorrido e deve explicações públicas sobre as razões dessa lenta expansão das linhas de metrô nos últimos 20 anos.

Temos de abrir o nebuloso caixa do sistema metroviário. A falta de informações confiáveis sobre a sua operação afeta a sua credibilidade e as pessoas que usam o serviço. E isso compromete o futuro das parcerias que temos defendido para a sua ampliação, ainda mais no momento em que o Governo Federal anuncia que irá investir R$ 8 bilhões na capital paulista em obras de mobilidade urbana, dos quais parcela considerável se destina à circulação viária.

*O autor é deputado estadual (PT). 

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Essa História do MetrÔ é só pra Camuflar e Licitação do Transporte por ônibus , querem fazer a licitação sem chamar atenção da opinião pública…pra isso sairam com essa do Metrô, pura estratégia….

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão Atenta
Próximo artigoArtigo – Não vamos dar trégua ao governo