Educação, mulheres e inclusão social estão entre as bandeiras de Dra. Régia

0
Vereadora faz críticas ao início da gestão de Rogério Lins (PTN) / Foto: William Galvão
Vereadora faz críticas ao início da gestão de Rogério Lins (PTN) / Foto: William Galvão

O Visão Oeste abre espaço para os vereadores falarem sobre suas trajetórias, bandeiras de atuação e projetos. É mais uma ferramenta para ampliar o debate propositivo sobre os municípios.

publicidade

Ex-secretária municipal de Educação em Osasco, Régia Maria Gouveia Sarmento, a Dra. Régia (PDT), diz que a área continua como seu grande foco no mandato de vereadora no município.

Mas, em entrevista durante visita à redação do Visão Oeste, ela também destaca outras bandeiras, como políticas públicas de mulheres, juventude, diversidade, igualdade racial, trabalho, desenvolvimento e inclusão social. Dra. Régia foi eleita com 1.901 votos.

publicidade

Na atual administração municipal, ela avalia que a escolha de Ana Paula Rossi para sucedê-la na Secretaria de Educação “é um bom nome”. Mas ressalta: “Claro que a gente sempre tem uma preocupação, porque a Educação no município teve [na gestão anterior] uma aprovação muito boa da população. A gente, na última pesquisa que foi feita, estava com 87% de aprovação. Então, mexer naquilo que está dando certo é um complicador”.

“Torço para que ela [Ana Paula Rossi] mantenha os projetos [na Educação]. A gente conseguiu a melhoria do Ideb, conseguimos ampliar o número de vagas em creches, tivemos conceito “A” do Tribunal de Contas do Estado”, defende a vereadora.

publicidade

Dra. Régia também faz críticas ao prefeito Rogério Lins (PTN) pelos mais de 15 dias para definir o secretariado municipal. “Ele sabia que seria prefeito desde 31 de outubro, já tinha de ter pensado isso, pensado os nomes”, analisa. “Uma pessoa que se propôs a ser prefeito demonstrando uma renovação, que queria fazer diferente, e a gente observou uma confusão [na nomeação dos secretários]”. Para ela, com diversas indefinições para cargos na administração, “a cidade está parada”.

Apesar das críticas, Dra. Régia não se coloca de forma categórica como oposição à gestão de Lins. “Trabalho pelo bem da cidade. Se ele mandar projetos que forem bons para a cidade, com certeza vai contar comigo”.

 

Comentários