Eleição da mesa da Câmara de Parnaíba pode decidir futuro prefeito

0
Legislativo de Santana de Parnaíba tem tido sessões agitadas por trocas de acusações / Foto: Eduardo Metroviche

Carol Nogueira

publicidade

Os vereadores da Câmara de Santana de Parnaíba já iniciaram as articulações para a eleição da mesa diretora, que está marcada para o dia 9 de dezembro, mas as chapas ainda não foram definidas. “Os cargos ainda não foram definidos, pois não houve reunião com todos os vereadores interessados, mas com certeza eu vou compor a chapa”, disse o atual presidente da casa Nequinho Desanti (SDD). 
As chapas devem ser protocoladas até o dia 5 de dezembro e a mudança na mesa diretora pode causar uma reviravolta no cenário político de Parnaíba.  Isso porque o atual prefeito, Elvis Cezar (PSDB) assumiu a condição de chefe do Executivo da cidade em agosto de 2013 por ser justamente o presidente da Câmara, eleito na chapa que tinha Nequinho como vice. Na época, seu pai, Marmo César, teve a candidatura indeferida causando a anulação da eleição.

Legislativo de Santana de Parnaíba tem tido sessões agitadas por trocas de acusações / Foto: Eduardo Metroviche
Eleição está marcada para o dia 9 de dezembro / Foto: Eduardo Metroviche

Em eleição suplementar no dia 2 de dezembro passado, o filho e já prefeito interino obteve 68,37% dos votos válidos,  o suficiente para ser eleito. Mas uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) indeferiu também o registro de sua candidatura e fez suspender sua diplomação e posse. O indeferimento atingiu ainda seu adversário Silvinho Peccioli (DEM) e a cidade continuou interinamente governada por Elvis César como prefeito, em razão de sua condição de presidente da Câmara.
Segundo parecer do TRE, o tucano foi considerado inelegível, com base na Lei da Ficha Limpa, pois teve seu mandato de vereador cassado em 2012 por compra de voto. O mandato de vereador,  em si,  por outro lado, não foi afetado graças a uma decisão liminar em processo paralelo,  que também aguarda julgamento.
Enquanto não sai a decisão final do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) , Elvis continua prefeito interino. Mas esse quadro pode mudar se não conseguir reverter sua inelegibilidade na justiça ou não for reeleito presidente da Câmara. 
Elvis Cezar ainda não se apresentou à Câmara, mas questionado pela reportagem do Visão Oeste  disse que possivelmente vai concorrer à presidência em uma chapa. Porém, estaria,  ainda, avaliando um plano alternativo.  “Posso também ser diplomado e tomar posse como prefeito, mesmo depois da eleição da mesa diretora”,  disse,  sem explicar com base em que isso seria possível.
Segundo o departamento jurídico da Câmara, Elvis tem até 48 horas para retornar e protocolar uma chapa. Os novos membros da mesa diretora tomarão posse em janeiro de 2015.

publicidade

Comentários

publicidade