Em Osasco, Dilma faz corpo a corpo e come cachorro quente

0

publicidade

Dilma Osasco

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff participou de caminhada nesta manhã em Osasco. Acompanhada do senador Eduardo Suplicy e do candidato do PT ao governo do estado, Alexandre Padilha, Dilma percorreu o Calçadão em carro aberto e discursou no Largo de Osasco. 

Dilma prometeu acabar a canalização do Braço Morto do rio Tietê, na zona Norte de Osasco, e trazer uma faculdade de Medicina para a cidade. A presidente destacou o empreendedorismo da população osasquense, simbolizado pelas barracas de cachorro quente. Informada que Osasco é conhecida como a capital do cachorro quente, Dilma disse que gostaria de provar um sanduíche. “Eu estou muito feliz, mas vou ficar mais feliz ainda depois que eu comer esse cachorro quente que me prometeram. Vou cobrar”, disse. Sua assessoria, então, providenciou que uma vendedora levasse seu carrinho até atrás do palco e, antes de deixar Osasco, Dilma provou a iguaria.
Discurso no Largo de Osasco
Discurso no Largo de Osasco
Um dos temas do discurso da presidente foi a Educação. Ela destacou a importância de construir mais creches e também da educação em tempo integral. “Temos que combater a desigualdade na raiz. Se cada um de nós é diferente do outro, o que tem que ser igual é a oportunidade. Se nós dermos a mesma oportunidade aos brasileirinhos e brasileirinhas que nasceram na classe pobre que nós damos àqueles da classe média, o Brasil vai mudar cada vez mais”, disse a presidente, que também lembrou programas como o Prouni e o Pronatec.
O ato marcou o início da campanha de rua da presidente, que também tem aumentado a presença em São Paulo, estado onde pesquisas mostram mais rejeição a seu governo. O ex-presidente Lula era esperado hoje em Osasco, mas não participou do evento.

publicidade

Comentários