Emidio critica “meritocracia” do tucano Aécio Neves

0

“Aécio fala tanto em meritocracia e tem a vida pautada por cargos dados pela família”, afirma ex-prefeito / Foto: Eduardo Metroviche
“Aécio fala tanto em meritocracia e tem a vida pautada por cargos dados pela família”, afirma ex-prefeito / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

O PT realizou em Osasco na segunda-feira, 13, plenária com lideranças de toda a região Oeste para traçar estratégias na campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff. O presidente estadual do partido, Emidio de Souza, disse que no primeiro turno houve um “embolamento” nas votações dos três principais candidatos à Presidência na região e que o objetivo principal é convencer eleitores de Marina Silva (PSB) a votar em Dilma. Ele disse também que é preciso explorar contradições de Aécio Neves (PSDB). “Uma pessoa que fala tanto em meritocracia e tem a vida pautada por cargos dados pela família”, criticou.

Petistas pedem boca a boca da militância

Emidio e o prefeito Jorge Lapas pediram à militância que peçam votos para vizinhos e parentes. “Muitas regiões da periferia de Osasco acabaram votando na Marina”, disse Lapas. No primeiro turno, a candidata do PSB teve 30% dos votos, e Dilma 28% na cidade; Aécio teve 36%.

publicidade

Emidio ressaltou que é preciso mostrar ao eleitor que dois projetos distintos estão em disputa e disse que espera uma vitória apertada. Ao pedir ânimo à militância, o dirigente do PT criticou a mídia. “Se consideramos o bombardeio da mídia durante toda a campanha, você vai concluir que, apesar de tudo, somos vitoriosos. O primeiro lugar no primeiro turno foi da Dilma, não do Aécio”, afirmou. Ele lembrou ainda que para vencer é preciso reduzir ao máximo a diferença no estado de São Paulo, onde o tucano venceu no primeiro turno por 44% a 26%.

Prefeito apresenta projetos a líderes políticos e evangélicos / Foto: Divulgação
Prefeito apresenta projetos a líderes políticos e evangélicos / Foto: Divulgação

Lapas busca apoio de evangélicos a Dilma

publicidade

Em encontro realizado no último sábado, 11, o prefeito de Osasco, Jorge Lapas, selou o apoio de 17 partidos de Osasco à reeleição da presidente Dilma Rousseff. As legendas são PSL, PT do B, PC do B, PSC, PDT, PTN, PMDB, PV, PP, PROS, PHS, PT, PRTB, PTB, PRB, PRP, PSDC. A Rede Sustentabilidade também participa do grupo.

Além das lideranças políticas, o evento contou com a participação de vários pastores e lideranças ligadas às igrejas evangélicas, numa demonstração de sintonia do segmento com a proposta do petista de Osasco. “É fundamental que a nossa população ajude a reeleger a presidenta Dilma no dia 26 de outubro. Está claro que durante o seu governo e também na gestão do ex-presidente Lula Osasco cresceu em muitas áreas. Um das mais recentes é a habitação, que por meio do Programa Minha Casa Minha Vida entregou milhares de moradias por meio de programas habitacionais”, disse Lapas.

No encontro, o prefeito apresentou slides com projetos e grandes obras de sua administração, realizados em parceria com o governo federal.
O prefeito destacou a parceria com o governo Dilma para realizar a canalização e duplicação da Avenida Visconde de Nova Granada e a criação de um corredor de ônibus na região, entre outras ações que estão sendo realizadas dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2).

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão Atenta
Próximo artigoBalanço positivo