Emidio defende que ainda não é hora de flexibilizar quarentena em Osasco

0
emidio quarentena osasco
Deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Osasco diz que flexibilização da quarentena no momento seria “totalmente inoportuna, fora de hora” / Foto: reprodução

O deputado estadual osasquense Emidio de Souza (PT) se manifestou contra a flexibilização das medidas de isolamento contra a covid-19 pretendidas pelo prefeito Rogério Lins (PODE) e empresários do município. “A vida é mais importante que o lucro”, disse.

publicidade

O parlamentar, que é ex-prefeito e pré-candidato à Prefeitura na próxima eleição, declarou que considera uma possível flexibilização da quarentena em Osasco neste momento “totalmente inoportuna, fora de hora”.

“Já são mais de 300 óbitos, 300 pessoas que perderam suas vidas na cidade, e não há nada indicando que a curva esteja descendente. Provavelmente não chegamos nem no pico ainda da contaminação”, avaliou Emidio. “Entre a atividade econômica e a preservação da vida, o que deve prevalecer é a vida das pessoas”, completou o deputado osasquense.

publicidade

Além de Rogério Lins, os prefeitos das cidades que formam o Consórcio Intermunicipal da Região Oeste (Cioeste), como Barueri, Carapicuíba e Itapevi, esperam que na semana que vem o governo do estado anuncie a inclusão dos municípios na segunda fase, a “laranja” do plano de retomada da atividade econômica estadual, na qual podem abrir, com uma série de restrições: comércio, shopping, escritórios, concessionárias e atividades imobiliárias.

publicidade

Rogério Lins afirmou que Osasco “atende 100% dos requisitos técnicos para a retomada das atividades”.

Comentários