Emidio tenta superar divergências internas

0

Emidio recebe apoios em evento que teve a ausência de João Paulo Cunha / Foto: Eduardo Metroviche
Emidio recebe apoios em evento que teve a ausência de João Paulo Cunha / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

Fernando Augusto

Dois eventos promovidos pelo PT de Osasco escancararam a divisão do partido entre apoiadores do ex-prefeito Emidio de Souza e do deputado federal João Paulo Cunha. O PT reuniu militantes no Clube Floresta dia 21, em comemoração aos 33 anos de fundação, e dia 25, em plenária de apoio à candidatura de Emidio à presidência estadual da legenda.
Emidio reuniu lideranças em apoio a seu nome para presidente estadual pela corrente majoritária do PT, e ainda tenta resolver as divergências com João Paulo, que vêm desde a eleição do ano passado, quando o grupo do ex-prefeito acabou indicando Jorge Lapas após a condenação do deputado pelo STF.

Lideranças tentam trazer João Paulo ‘de volta’ 

publicidade

Além do racha no PT de Osasco, Emidio ainda busca um acordo com o deputado federal Vicente Cândido, que também quer ser candidato a presidente estadual do partido. “Estamos conversando para uma composição com Vicente Cândido. Não vou fazer campanha contra ele, que é um valoroso deputado”, disse Emidio.
Sobre João Paulo, que não compareceu ao evento e já sinalizou apoio a Cândido, Emidio tentou contemporizar. “O fato de a gente ter divergências agora não me impede de reconhecer o seu valor, um companheiro que esteve em todas as lutas. João Paulo, você pode não estar comigo, mas vou estar sempre com você”, discursou, arrancando aplausos da militância.

No dia 21, João Paulo havia feito discurso que foi visto como indireta ao grupo do ex-prefeito. “Todo petista precisa ter valores como fraternidade, solidariedade, precisa ajudar o companheiro. Não podemos passar por aqueles que tombam e fingir que não estamos vendo. Temos que parar e ajudar”, disse, numa referência clara à sua condenação no processo do “mensalão”.
Outras lideranças que apoiam Emidio tentaram trazer o apoio de João Paulo. “A vitória do Emidio vai acontecer, mas vai ficar muito mais fácil se o João Paulo apoiar”, disse o deputado estadual Isac Reis.
Paulo Frateschi, da Executiva Nacional do PT, foi na mesma linha. “Eu sempre fui com o João Paulo, e agora tenho certeza que ele vai vir com a gente”.

publicidade

Dirceu diz que busca acordo
O ex-ministro José Dirceu esteve no Clube Floresta para apoiar a candidatura do ex-prefeito Emidio de Souza a presidente estadual do PT.
Dirceu disse que espera um acordo com o deputado Vicente Cândido, para que não haja uma disputa na corrente majoritária do partido. “Prefiro que construamos com Cândido, e aqui em Osasco com o João Paulo, uma união”, afirmou.

No entanto, para ele, caso não seja possível acordo, “nós vamos levar a presidência do PT por voto”, discursou.
O Processo de Eleições Diretas (PED) do partido acontece em novembro.

Governo do estado é principal objetivo dos petistas

As lideranças que apoiam Emidio têm na ponta da língua o que seria o objetivo da gestão do ex-prefeito à frente da direção estadual: a busca pelo governo do estado no ano que vem.
“O estado de São Paulo merece um governo diferente do que está aí”, disse o prefeito de Osasco, Jorge Lapas.
Já o vice-prefeito, Valmir Prascidelli, disse que “o PT precisa se preparar para novos desafios, como ampliar bancadas e, principalmente vencer o governo do estado, que está engasgado há muito tempo”.
Direto, Emidio resumiu: “quero ser o presidente do partido que vai ganhar o governo do estado em 2014”.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFrases
Próximo artigoVisão Atenta