Emocionada, moradora de Alphaville mostra cicatriz “irreversível” e relembra agressão sofrida há um ano

0
moradora de alphaville
A empresária Milka Borges já passou por quatro cirurgias e deve passar por outra neste ano / Fotos: Reprodução/Instagram

A corretora de imóveis Milka Borges, de 34 anos, moradora de Alphaville, bairro nobre entre Barueri e Santana de Parnaíba, usou as redes sociais para fazer um relato emocionante. Um ano após sofrer agressões em um restaurante no Jockey Club, na capital, a influenciadora digital falou sobre as sequelas deixadas pela violência.

publicidade

No vídeo, Milka conta que um novo laudo do Instituto Médico Legal (IML) considera a cicatriz deixada em seu rosto como irreversível. Além disso, a empresária, que já passou por quatro cirurgias, afirma que realizará outra neste ano.

“Hoje completa um ano que atentaram contra minha vida. Tomei coragem para relatar, um pouco de como me sinto, nessa data divisora de águas da minha vida. Sou muito grata a Deus pela oportunidade de viver outra vez”, desabafou. “Tive meus dentes refeitos, passo por tratamento psicológico, psiquiátrico, endócrino, fora os inúmeros procedimentos e cirurgias já feitas”, continuou a empresária.

publicidade

Ainda na publicação, Milka agradece ao apoio que tem recebido da família, dos amigos, seguidores, ao trabalho executado pelos seus advogados e toda a equipe médica envolvida em seu tratamento. “Continuarei lutando, tendo fé que a justiça será estabelecida, e que os culpados não sairão impunes”, finaliza.


Nas redes sociais, a moradora de Alphaville compartilha com os seus seguidores a evolução de seu tratamento. Milka conta que foi atacada pela modelo Fernanda Bonito, que jogou um copo de vidro nela após uma discussão no banheiro, no dia 11 de janeiro de 2020. O inquérito sobre o caso ainda não foi concluído.

publicidade

Comentários