Empresários de Osasco pedem reabertura do comércio a partir de 6 de abril

0
Foto: Lucas Alves / Visão Oeste

A Associação Comercial e Empresarial de Osasco (ACEO) pede a reabertura gradual do comércio no município a partir do dia 6 de abril, próxima segunda-feira.

publicidade

Os estabelecimentos que vendem produtos considerados não essenciais estão impedidos de funcionar por decretos da Prefeitura e do governo do estado, como medida de combate à disseminação do novo coronavírus (covid-19).

Diretores e Conselheiros da ACEO reuniram-se no sábado (28) com o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Osasco, Paulo Contim, e colocaram a posição da entidade pela reabertura gradual do comércio a partir de 6 de abril. A entidade pede que se encontre “um equilíbrio entre a manutenção da atividade econômica e as medidas de contenção do covid-19”.

publicidade

Os empresários pedem que o decreto municipal que determina o fechamento do comércio não essencial e a quarentena decretada pelo governador João Doria não sejam prorrogadas. “Na impossibilidade de permitir a reabertura no dia 06/04/2020, por conta dos decretos municipal e estadual, a ACEO solicita que a quarentena, tal como está vigente, não seja estendida, permitindo que a retomada das atividades aconteça no dia 08/04/2020, também de modo responsável e gradual”.

comércio osasco coronavírus quarentena
Neste domingo, 29, o presidente da ACEO, Dr. Amir, assinou ofício ao prefeito Rogério Lins, que foi entregue ao secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Paulo Contim / Fotos: divulgalção

“Há um reconhecimento que a determinação da quarentena visou proteger a saúde das pessoas, contendo a proliferação do coronavírus. Mas a medida acabou trazendo efeitos colaterais muito danosos às empresas e muitas delas se viram obrigadas a demitir funcionários, ou seja, um impacto social negativo”, diz a ACEO.

publicidade

“Nossa preocupação é prioritariamente com a saúde das pessoas, mas entendemos que a reativação da economia com a manutenção dos empregos e da renda também é questão vital. Por isso, defendemos a reabertura do comércio de maneira muito cuidadosa, cumprindo todas as recomendações das autoridades de saúde para contermos o avanço do coronavírus”, disse Amir Gomes dos Santos, Presidente de ACEO.

Comentários