Enel Distribuição São Paulo investiu mais de R$ 1 bilhão na rede elétrica no período de janeiro a setembro de 2021

0
enel
Recursos foram direcionados, principalmente, em ações de manutenção, expansão e digitalização da rede elétrica da concessionária / Foto: Divulgação/Enel

A Enel Distribuição São Paulo, concessionária de energia elétrica que atua em 24 municípios da Grande São Paulo, já investiu mais de R$ 1 bilhão em sua rede no período de janeiro a setembro deste ano, valor 44% superior em comparação com o mesmo período de 2020. As iniciativas têm como foco a melhoria contínua da qualidade do serviço para os mais de 7,4 milhões de clientes atendidos pela companhia.

Para tornar a rede mais resistente às intempéries climáticas e diminuir a interferência de fatores externos, como a queda de galhos de árvores sobre os fios de média tensão, neste ano, a distribuidora adicionou 140 quilômetros de rede elétrica compacta (spacer cable) mais resistente e realizou 373 mil podas de galhos de árvores localizados próximo à rede. Entre outras ações de destaque no período podemos ressaltar as manutenções preventivas em 1.330 km de rede aérea e a substituição de 1.452 transformadores, que contribuíram para a modernização do sistema.

Dentre as iniciativas realizadas pela distribuidora este ano, destacam-se também investimentos em automação, com a instalação de cerca de 2.020 equipamentos de telecontrole. Essas tecnologias proporcionam mais agilidade e flexibilidade na operação da rede e no atendimento dos consumidores. Com isso, é possível diminuir o tempo de interrupção de energia e o prazo de restabelecimento do fornecimento com comandos remotos, realizados diretamente pela Central de Operações da concessionária. Nesse contexto, também ampliou-se a quantidade dos equipamentos de automação e proteção, chamados religadores, dispositivos que desligam rede e a religam automaticamente, em fração de segundos, quando um objeto encosta temporariamente nos cabos elétricos, evitando que problemas passageiros e transitórios possam desligar definitivamente a rede. Nesses casos, evitamos o envio de equipes e os clientes apenas percebem uma leve “piscada” na energia e o fornecimento continua.

Outra ação importante é o monitoramento do crescimento urbano das regiões. “Temos um plano consistente de investimento em expansão e modernização do nosso sistema elétrico, trazendo tecnologias de ponta e evoluindo na transformação digital da rede. Além do reforço constante das ações de manutenção preventiva e segurança”, afirma Gino Celentano, diretor de Infraestrutura e Redes da Enel no Brasil.

Grandes obras

Em toda a sua área de concessão, a Enel está ampliando e modernizando o seu parque que conta com mais de 150 subestações. Entre os destaques estão as subestações Regis, Sumaré, Franca, Itapevi e Guarapiranga, que contaram com investimentos da ordem de R$ 34 milhões este ano em obras de ampliação de capacidade, beneficiando mais de 144 mil clientes.

Em maio deste ano, a Enel também deu início à modernização da Linha de Transmissão Subterrânea (LTS) Centro-Augusta. O projeto, que irá demandar um investimento total de R$ 26,5 milhões, beneficiará 13 mil clientes comerciais, residenciais e poder público dos bairros da Santa Cecília, Bela Vista, Consolação, Jardim Paulista e Higienópolis, região central da capital paulista. Esse projeto consiste em uma linha de transmissão subterrânea que aumentará em 2,8 quilômetros de extensão. O reforço na capacidade do sistema de subtransmissão traz mais confiabilidade e segurança ao sistema elétrico, melhorando a qualidade do fornecimento de energia e viabilizando a instalação de novos prédios residenciais e estabelecimentos comerciais na localidade.

enel
Rede subterrânea/ Foto: Divulgação/Enel

Na região do bairro do Ipiranga, na zona Sul da capital, a concessionária está investindo R$ 10 milhões em uma nova linha de distribuição subterrânea. A obra vai beneficiar locais de grande movimentação, como o Museu do Ipiranga, além de valorizar a estética da região com uma rede elétrica subterrânea e integrada ao mobiliário urbano. No total, a obra prevê a remoção de 260 postes em onze vias na região do Parque da Independência. Em uma extensão total de 2,6 quilômetros, a intervenção tem previsão de conclusão para agosto de 2022, com a conversão da rede elétrica aérea para subterrânea, beneficiando 880 clientes, incluindo residências e pequenos comércios, Museu de Zoologia, Capela Sagrada Família e Santa Paulina, hospital do Ipiranga, e o Museu Paulista da Universidade de São Paulo, mais conhecido como Museu do Ipiranga, símbolo daquela região.

Inovação no setor elétrico

enel distribuição
Troca do medidor antigo pelo inteligente/ Foto: Divulgação/Enel

Um importante projeto desenvolvido pela empresa esse ano foi a instalação de medidores inteligentes de energia elétrica para alguns clientes. O investimento total no projeto é de R$ 227 milhões, sendo que R$ 121 milhões são com recursos de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL. Essa iniciativa já beneficiou mais de 100 mil clientes com a troca do medidor. Ao todo, serão 300 mil medidores instalados nos bairros de Pirituba e Perus, com previsão de conclusão ainda no primeiro semestre de 2022. Esses equipamentos são 100% fabricados no Brasil, gerando emprego e renda e contribuindo para a inserção do país na indústria 4.0, confirmando nosso compromisso de construir a distribuidora do futuro: mais digitalizada, eficiente, sustentável e preparada para a transição energética, ora em curso.

“Projetos importantes como esse demonstram a liderança da ENEL em um momento de grandes transformações do setor elétrico, preparando a rede para conectar veículos elétricos e a geração solar distribuída, contribuindo para o crescimento sustentável da cidade e para a construção de um futuro neutro em carbono nos grandes centros urbanos”, reforçou Max Xavier, presidente da Enel Distribuição São Paulo

Sustentabilidade

A Enel tem realizado diversas ações voltadas à Sustentabilidade. Destaque para 18 obras de Eficiência Energética, em andamento ou concluídas, por meio de Chamada Pública de Projetos, totalizando R$ 11,1 milhões em investimentos, com trocas de 81 mil lâmpadas antigas por modelos LED, mais eficientes e econômicas, no setor de iluminação pública, prédios públicos e privados, além da instalação de mais de 3,5 mil placas solares fotovoltaicas e troca de 212 sistemas de refrigeração e ar-condicionado.

Ainda em 2021, a companhia realizou a troca de 2,4 mil geladeiras antigas por modelos novos e mais econômicos com selo A do PROCEL, além de beneficiar a população com a substituição de mais de 128 mil lâmpadas comuns por modelos LED, que são mais eficientes e economizam até 80% de energia. Deste montante, 37 mil lâmpadas e 1,2 mil geladeiras foram trocadas nas ações sociais do projeto Smart Meter (medidores inteligentes), contemplando moradores dos bairros de Perus e Pirituba, regiões onde a iniciativa está sendo implantada. Nessas ações sociais, foram investidos US$ 500 mil em projetos de eficiência energética, incluindo 14,6 mil diagnósticos energéticos nas residências e a doação de 1,5 toneladas de alimentos não perecíveis para as regiões de ação dos líderes comunitários.

Na área de reciclagem, o programa ECOENEL beneficiou 9.748 clientes com R$ 316 mil em bônus na conta de energia por meio da destinação de 873,3 mil kg de materiais recicláveis nos 10 ecopontos da concessionária espalhados pela sua área de concessão. Já com o projeto Hortas em Rede, a distribuidora gerou uma renda de cerca de R$ 280 mil aos agricultores das hortas com a produção de 121 toneladas de alimentos.

enel
Horta Comunitária Enel / Foto: Daniel Valenti Fotografia

Para reforçar o compromisso com a Economia Circular e o fomento ao empreendedorismo nas comunidades, por meio do Enel Compartilha Empreendedorismo, foi desenvolvida a Coleção Energia – de roupas e acessórios feitos a partir do reaproveitamento de uniformes da ENEL e da Azul Linhas Aéreas – em parceria com a ONG Costurando Sonhos Brasil, de Paraisópolis, em que toda a renda arrecadada com a venda das peças será revertida ao projeto.

Além do mais, em 2021, a distribuidora beneficiou cerca de 4,5 mil pessoas do Centro Educacional Infantil Luz e Lápis, que é apoiado pela ENEL Distribuição São Paulo há mais de 30 anos

Atendimento ao cliente

Além dos investimentos na rede elétrica, a Concessionária vem investindo em novos canais de digitais de relacionamento para trazer ainda mais comodidade e agilidade no relacionamento com os seus consumidores. Com a continuidade da Covid-19, os canais digitais da concessionária ganharam ainda mais importância para auxiliar os clientes. Com base neste cenário e no esforço de avançar na digitalização, a distribuidora oferece uma ampla gama de canais de atendimento:

· Agência Virtual (https://www.enel.com.br/ptsaopaulo);

· Aplicativo Enel SP, disponível gratuitamente para iOS (https://apple.co/2VpYh8q) e Android (http://bit.ly/2VmOsIj);

· WhatsApp Elena (21) 99601-9608);

· Call Center (0800 72 72 120) – atendimento comercial e (0800 72 72 196) – atendimento emergencial);

· Lojas físicas: https://www.enel.com.br/pt-saopaulo/Informativos/pontos-de-atendimento.html

Sobre a Enel Distribuição São Paulo

A Enel Distribuição São Paulo é uma empresa controlada pelo Grupo Enel, multinacional de energia com sede na Itália. A companhia é a segunda maior distribuidora do país, respondendo por 10,3% de toda energia distribuída no Brasil e atendendo 7,4 milhões de unidades consumidoras em 24 municípios da região metropolitana de São Paulo, incluindo a capital paulista, principal centro econômico-financeiro do Brasil. A estratégia de atuação da Enel é baseada no seu Plano de Sustentabilidade e nos compromissos assumidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

[PUBLI]

Comentários