Ex-amante mata atual amante de mulher casada

0
ex-amante mata atual amante
Reprodução

O ex-amante de uma mulher casada se revoltou ao descobrir que ela vivia um novo relacionamento extraconjugal e matou o atual amante dela.

publicidade

O crime aconteceu em Registro, no interior paulista, na manhã do dia 2 de setembro. O jardineiro que era o atual amante da mulher foi morto a tiros. O ex-amante dela, um homem de 44 anos, foi preso e admitiu o crime. Ele não se relacionava mais com a mulher desde janeiro e teria ficado com ciúme do atual amante.

Após suspeitar que ela estava em um novo relacionamento extraconjugal, o ex-amante criou nas redes sociais um perfil “fake”, no qual fingia ser uma mulher chamada Jéssica, para manter contato com o atual amante dela.

publicidade

Segundo a polícia, no mês passado, “Jéssica” marcou um encontro com o jardineiro. No local, o ex-amante, armado, roubou o celular e pediu a senha, com o objetivo de ver as conversas que a vítima mantinha com a mulher.

“O perfil fake, que fingia ser Jessica, uma mulher que não existe, marcou um encontro com a vítima [jardineiro]. Ao chegar no endereço, a vítima foi assaltada por um criminoso [suspeito de homicídio], que com arma de fogo, apenas roubou o celular dele e pediu a senha. O investigado fez isso porque queria ter acesso no celular do jardineiro, às conversas que ele tinha com a mulher da qual ele [suspeito] já foi amante, para confirmar se os dois estavam juntos”, explicou o delegado Marcelo Freitas, segundo o portal “G1”.

publicidade

Depois de ler as conversas e confirmar que o jardineiro era o novo amante, o ex-amante passou a ameaçá-lo. Até que no dia 2, o executou com diversos tiros na porta de casa.

ex-amante mata atual amante
Reprodução

“Investigando os crimes identificamos que o roubo [do celular] e o homicídio tinham ligação, fizemos um trabalho de inteligência e chegamos ao investigado”, afirmou o delegado. A mulher que teria sido o pivô do homicídio confirmou os relacionamentos extraconjugais que mantinha com a vítima e o assassino.

O ex-amante assassino responderá por homicídio duplamente qualificado, praticado por motivo fútil e por meio de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Além disso, responderá por violação de domicílio, por invadir a casa dos vizinhos ao tentar fugir da polícia antes de ser preso. (Com informações do “G1”)

DANOS MORAIS// Homem que levava amante pra casa quando a esposa saía é condenado a indenizar ex-mulher

Comentários