Fala, Zé Corneta – Hora do ouro!

0
Robson Conceição, medalhista olímpico de ouro bom boxe. Foto : Francisco Medeiros/ME

Robson Conceição, medalhista olímpico de ouro bom boxe. Foto : Francisco Medeiros/ME
Robson Conceição, medalhista olímpico de ouro bom boxe. Foto : Francisco Medeiros/ME

publicidade

Ufa, finalmente chegou a hora! Levamos um susto na primeira fase, mas agora o time embalou e nossa seleção tem tudo para, finalmente, conquistar o ouro na final olímpica, contra a Alemanha neste sábado, 20, no Maracanã.
Não, gente, calma. Não vai ser uma revanche dos 7 x 1, como a imprensa tem tentado nos fazer crer para vender jornal. Menos, muito menos.

Mas vai ser uma conquista muito importante para começar a restaurar o orgulho da torcida brasileira, tão ferido ultimamente pelos resultados pífios em campo e a bagunça total nos bastidores. O ouro olímpico é a única grande conquista que nos falta e oxalá seja um símbolo de uma retomada do nosso futebol.

publicidade

No futebol feminino, ainda dói a injusta eliminação diante da extrema retranca da Suécia. Poxa, havíamos ganhado delas por 5 x 1 na primeira fase e, na hora do vamos ver, somos eliminados. Uma amarelada doída, né?

Mas as meninas vão trazer um bronze pra amenizar a tristeza da gente e o ouro vem na próxima. Que a empolgação da torcida com o futebol feminino permaneça, porque elas não existem apenas na Olimpíada.

publicidade

Temos de incentivar no dia-a-dia. Vamos cobrar do nosso clube de coração que mantenha uma equipe de futebol feminino, destine uma porcentagem dos recursos para a modalidade. O que acham?

Outra tristeza foi a eliminação no vôlei feminino. A gente fica triste, mas não dá pra ganhar todas, tem um adversário bem preparado e querendo vencer do outro lado, e essas meninas já nos trouxeram tantas alegrias que têm crédito.

Parabéns a todos os atletas que representam o Brasil na Olimpíada. Os medalhistas, como Robson Conceição (ouro no boxe), Martine e Kahena (ouro na vela) e Thiago Braz (ouro no salto com vara), se destacam, claro, mas só de estar nos Jogos, em um país onde ainda falta tanta coisa, entre elas o apoio ao esporte, já é uma vitória!

Comentários