“Falta pouco pra ganhar no 1º turno”, diz Jorge Lapas

0

20160921_185310
Centenas de militantes de reuniram em Presidente Altino na noite desta quarta-feira

publicidade

Em evento nesta noite com candidatos a vereador dos 17 partidos que compõem sua chapa e a militância, o prefeito e candidato à reeleição Jorge Lapas (PDT) pediu aos apoiadores um esforço nesta reta final de campanha para conseguir a vitória já no primeiro turno, dia 2 de outubro. Ele citou a pesquisa divulgada nesta semana pelo jornal Diário da Região (leia aqui), onde aparece pela primeira vez à frente de Celso Giglio (PSDB), que está inelegível.

“Não é fácil estar em primeiro lugar com toda essa crise política que vivemos. Falta pouco pra gente ganhar essa eleição no primeiro turno. Vai ser uma surpresa grande para os adversários, porque vai acontecer uma explosão de votos na última hora”, aposta Lapas.

publicidade

O prefeito ressaltou o tamanho e unidade de sua aliança política, rebatendo boatos de que candidatos a vereador da chapa estariam escondendo seu nome em materiais de campanha. “Nunca vi um time de candidatos tão unidos e comprometidos com um projeto”, afirmou.

Lapas aponta a queda na sua rejeição e a quantidade de apoiadores como fator que levaria à vitória já no primeiro turno. Ele pediu à militância que se dedique nos últimos dias de campanha e se previna contra ataques dos adversários, principalmente nas redes sociais. “Todos vão atirar contra nós, porque no voto sabem que não vão ganhar”, disse o pedetista.

publicidade

Sobre seus principais adversários, disse que Celso Giglio contribuiu com a cidade, “mas tá com problema”, referindo-se à, até aqui, inelegibilidade do tucano. Já sobre Rogério Lins (PTN), Lapas voltou a questionar sua produtividade como vereador.

Deputado

Jorge Lapas recebeu o apoio do deputado estadual Gilmaci Santos (PRB), por quem disse ter uma dívida pelo apoio recebido. “Tem gente que ajudei pra chuchu e hoje me agride”, aproveitou para alfinetar.

Comentários