Família diz que preso acusado de se masturbar em ônibus de Osasco é inocente

0
Foto: Ivan Cruz

A família do homem preso nesta segunda-feira (22) por importunação sexual após ser acusado de se masturbar dentro de um ônibus na avenida Getúlio Vargas, em Osasco, alega que ele é inocente e negou ter cometido o crime, diferentemente do que informou a polícia.

publicidade

A polícia foi acionada por passageiros após uma mulher pedir ajuda ao ver o acusado se masturbando e olhando para ela, segundo o jornal “Giro S/A”.

“Meu irmão está sendo acusado de algo que não fez. Os PMs que deram voz de prisão perguntaram para todos do ônibus, inclusive para o senhor que sentava ao lado do meu irmão, e todos foram enfáticos [em dizer] que não viram nada”, afirma o irmão do acusado.

publicidade

“Então, como uma moça que senta no banco a frente e está de costas para meu irmão vê ele se masturbando e o senhor ao lado nada vê?”, questionou.

“Já estamos em contato com estas testemunhas, para o mais rápido agilizar e inocentar meu irmão (…) É a palavra dela contra a dele, mas ele tem um ônibus inteiro como testemunha [de que ele não teria se masturbado dentro do ônibus]”.

publicidade

O familiar afirma ainda que o acusado tem dois filhos e é recém-casado.

O caso foi registrado no 4º DP de Osasco.

Comentários