Início Cidades Famílias são removidas de área de risco

Famílias são removidas de área de risco

0

Prefeito acompanhou encaminhamento à bolsa aluguel / Foto: Divulgação
Prefeito acompanhou encaminhamento à bolsa aluguel / Foto: Divulgação

publicidade

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT), acompanhou na terça-feira, 19, a remoção de quatro famílias que moravam em áreas precárias no Jardim Santa Maria, na chamada Favela da Divisa, próxima da rua Teotônio Vilela, na zona Sul da cidade. A ação é parte do programa de subsídio habitacional da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano (SHDU).
Na área de remoção dos barracos, de acordo com a Prefeitura, serão realizadas obras de infraestrutura, como abertura de acesso, coleta de esgoto, pavimentação de vielas, canalização do córrego, entre outras ações. As famílias serão subsidiadas com o programa bolsa aluguel e estão cadastradas nos programas habitacionais da Prefeitura.

Segundo Cristiane Dutra Nascimento, diretora do Departamento Habitacional de Interesse Social da SHDU, esta foi a primeira etapa de remoção. Ao todo serão seis fases e 217 famílias serão retiradas da área de risco. “Realizamos a setorização da área e a regularização fundiária do local, identificando e cadastrando os moradores, a fim de garantir a segurança de posse dessas famílias”, disse.
O prefeito Jorge Lapas, que há dois meses esteve no local conversando com moradores e verificando as condições precárias, acompanhou as ações, comprometeu-se a retirar as famílias que moravam em condições sub-humanas e garantiu o direito social à moradia digna.

publicidade

“Estas famílias viviam em condições precárias, morando sobre o córrego e hoje, podem contar com o conforto em um novo lar. Livres de enchentes e frio. Elas receberão o bolsa aluguel enquanto aguardam por uma moradia própria. Tenho certeza de que em breve retornarão à região em apartamentos construídos com o apoio do Governo Federal e terão a sua dignidade restabelecida”, disse Lapas.

publicidade
Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão na Rede
Próximo artigoTerminal do Km 21 deve ser entregue até junho