Ferroviários adiam possível greve na CPTM para dia 24

0

A greve dos ferroviários, prevista para esta quarta-feira, 11, foi adiada nesta terça-feira, 10, em assembleia da classe. De acordo com o Sindicato dos Ferroviários da Zona Sorocabana (STEFZS), uma nova audiência de conciliação deve ocorrer na próxima terça, 17, às 10h, na sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Às 18h do dia 23, os sindicatos da categoria voltam a deliberar sobre os rumos do movimento, podendo deflagrar a greve a partir da 0h do dia 24.

publicidade
"A classe ferroviária reivindica reajuste salarial pelo maior índice, o INPC-IBGE (11,08%), mais ganho real e melhorias nos benefícios", diz sindicalista / Foto: Jean Philippe Vasconcelos
“A classe ferroviária reivindica reajuste salarial pelo maior índice, o INPC-IBGE (11,08%), mais ganho real e melhorias nos benefícios”, diz sindicalista / Foto: Jean Philippe Vasconcelos

Segundo o presidente do Sindicato da Sorocabana, Izac de Almeida, a decisão foi tomada em acato a um novo pedido de adiamento feito pelo desembargador do TRT, Wilson Fernandes, que coordena as negociações dos 8 mil trabalhadores com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A proposta de reajuste salarial apresentada pelo tribunal à companhia é de 10,44%. A CPTM oferece apenas 5,22% parcelados, índice que não repõe as perdas inflacionárias.

“A classe ferroviária reivindica reajuste salarial pelo maior índice, o INPC-IBGE (11,08%), mais ganho real e melhorias nos benefícios, além da correção no Plano de Participação nos Resultados (PPR) 2016”, destacou Izac, que lembra que a interrupção na circulação dos trens pode prejudicar mais de 3 milhões de usuários do transporte metropolitano por dia. As negociações seguem até a próxima audiência de conciliação, sem suspensão dos serviços nas seis linhas da CPTM.

publicidade

Comentários

publicidade