Força e Fiesp consideram que “Selic caiu pouco”

“Pífio”// "Banco Central sabota a retomada de crescimento da economia", diz Federação da Indústria

0
Força e Fiesp consideram que
O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, fala à imprensa depois de audiência com o presidente do Senado, Renan Calheiros, no Congresso Nacional (Antonio Cruz/Agência Brasil)

A Força Sindical e a Fiesp criticaram a decisão do Comitê de Política Econômica (Copom) do Banco Central (BC), que anunciou, na quarta-feira, 30, nova redução dos juros básicos da economia (Selic), de 0,25 ponto percentual, chegando a 13,75%.

publicidade

Para a Força, “a queda é muito tímida”. A Fiesp avalia que a redução foi “pífia”. “É muita recessão para um corte pífio de Selic. Não há dúvida de que são necessários cortes mais agressivos da taxa de juros. Ao optar por cortes de 0,25 ponto percentual, o Banco Central sabota a retomada de crescimento da economia, condenando-a à estagnação para os próximos anos e produzindo a ampliação no número de desempregados”, declarou, em nota assinada pelo presidente da entidade, Paulo Skaf.

Em nota, o presidente da Força Sindical, Paulinho da Força, disse que “o novo governo precisa entender que a taxa de juros em patamares estratosféricos tem sido uma ferramenta pouco eficaz no combate à inflação, pois, além de encarecer o crédito para o consumo e para investimentos, causa mais desemprego, queda de renda, e piora o cenário de recessão da economia”.

publicidade

Comentários

publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão te conta
Próximo artigoProfessores de Osasco protestam por falta de pagamentos