Furlan diz que ameaça na Saúde a prefeitos vizinhos foi “para chamar...

Furlan diz que ameaça na Saúde a prefeitos vizinhos foi “para chamar a atenção”

0
Compartilhar

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), afirmou nesta quinta-feira (28) que foi para “chamar a atenção” a ameaça feita aos prefeitos vizinhos de “fechar as portas” da rede de Saúde de Barueri a moradores de outras cidades. “Aquele dia eu falei a respeito disso até para chamar a atenção da região, do governador, dos prefeitos, de todo mundo”, declarou.

Publicidade

“O que a gente tem que fazer é usar os nossos recursos e ir ajudando tudo que tem que ajudar e, numa corrente forte, falar com o governador [João Doria, do PSDB] agora para que ele faça, de fato, um hospital regional”, disse Furlan.

“Nem Carapicuíba, nem Jandira têm condições de aguentar um sistema de saúde eficiente porque a saúde é muito cara. E ela é uma obrigação do Estado, da Previdência Social”, completou o prefeito de Barueri.

Ele declarou ainda que as novas unidades de Saúde em implantação no município, como o Centro de Diagnósticos e o novo Centro de Hemodiálise são planejados com vagas excedentes para moradores de outras cidades. “Tudo que eu fizer e que for além da minha necessidade será distribuído”.

Entre os exemplos, “daqui a dois, três meses, teremos o Centro de Diagnósticos e a capacidade de mais de 40 mil exames de imagem por mês, fora os exames laboratoriais, essas coisas. E a nossa demanda é de 15, 18 mil. Essa diferença naturalmente será distribuída para os pacientes da região”, completou Furlan.

Cobrança

Publicidade

O prefeito de Barueri afirmou ainda que se reuniu com gestores de municípios vizinhos, como Rogério Lins, de Osasco, e Marcos Neves, de Carapicuíba, para discutir ações conjuntas, principalmente no sentido de cobrar mais participação do governo do estado no atendimento em Saúde. “A gente vê uma vontade muito grande dos prefeitos em fazer uma unificação dessa questão. O governo tem a obrigação de bancar parte disso, principalmente o governo estadual”.

Furlan afirmou ainda que deve se reunir em breve com o governador João Doria (PSDB) para cobrar a implantação de um hospital regional. “O último leito feito aqui [pelo governo do estado] foi há 30 anos. Doria tem esse compromisso comigo e os outros prefeitos daqui e ele vai cumprir”.

“Prefeitos da região, se vocês não investirem na Saúde, vou ser obrigado a fechar as portas aos seus munícipes”

A ameaça de fechar as portas da Saúde aos “forasteiros” foi feita pelo prefeito de Barueri em novembro. Na ocasião, ele declarou: “Prefeitos da região, se vocês não investirem na Saúde da cidade de vocês, vou ser obrigado a fechar as portas para os seus munícipes, porque Barueri não aguenta mais cuidar da Saúde de Jandira, de Carapicuíba, de Santana de Parnaíba, de Osasco, de Pirapora, de tudo quanto é lugar”, afirmou Furlan.

“Ou vocês me ajudam, investindo na Saúde do seu município, ou vamos às consequências que eu não gostaria. É anticristão fechar as portas para quem precisa, não é minha vontade fazer isso, mas eu gostaria que vocês fizessem o mínimo, um pouco só”, completou o prefeito de Barueri no vídeo.

Compartilhar


Comentários