GCM mata suspeito de assalto a posto em Osasco

5

Um guarda civil municipal (GCM) reagiu e matou um suspeito durante uma tentativa de assalto a um posto de combustíveis no Jardim Conceição, em Osasco, na manhã desta segunda-feira (29).

publicidade

O guarda abastecia o carro no estabelecimento, na rua Pernambucana, quando três criminosos chegaram e anunciaram o assalto.

Eles foram até o carro do guarda, que estava uniformizado, e tentaram tomar a arma dele, que reagiu. O agente de segurança trocou tiros com os bandidos e atingiu um suspeito, um jovem que morreu no local.

publicidade

Os outros dois criminosos conseguiram fugir e são procurados pela GCM e a polícia.

O GCM também foi atingido na troca de tiros com os assaltantes. Ele levou dois tiros na perna e foi socorrido e levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Conceição.

publicidade

ERRATA:
Diferentemente do divulgado inicialmente, o guarda municipal não estava à paisana e nem fazia “bico” no posto de combustíveis. As informações foram corrigidas no texto às 13h20 de 29/04.

Série de roubos

A tentativa de assalto desta manhã é mais uma de uma série de crimes relacionados a postos de combustíveis de Osasco nos últimos meses.

Em março, o frentista José Maria Martins foi morto com um tiro ao reagir a uma tentativa de assalto a um posto na região do Jardim Veloso. O suspeito de ter atirado, Breno Monteiro, de 19 anos, foi preso na semana passada.

Após a morte de José Maria, o Sindicato dos Frentistas de Osasco encaminhou ao Comando da Polícia Militar ofício cobrando providências relativas aos episódios de violência contra trabalhadores em postos de combustíveis da cidade.

“Não podemos nos acomodar e achar que é normal o aumento da violência”, critica Luiz Arraes, presidente do Sinpospetro-Osasco e também da Federação Estadual dos Frentistas – Fepospetro. O dirigente lembra que já chega a três o número de frentistas que perderam a vida durante assaltos, em meio ao expediente, somente a cidade de Osasco, no período inferior a um ano.

Ele destaca que é responsabilidade do Poder Público implementar ações para combater com efetividade a violência urbana, mas ressalta que é também dever dos empresários tomar medidas preventivas para impedir ou diminuir a frequência desses crimes, como aumentar a segurança dos estabelecimentos.

Também no mês passado, três suspeitos foram presos após roubarem um posto de combustíveis no Jardim Padroeira. “Postos de combustíveis são estabelecimentos visados por criminosos, fato que caracteriza como de risco permanente a atividade de frentista”, alerta Luiz Arraes.

Comentários

5 COMENTÁRIOS

  1. Ele não estava a paisana,vcs desse jornal escrevem coisas com a intenção de falar q o GCM não estava de serviço.
    E outra o maldito que foi pro inferno estava lá com a finalidade de fazer o mal,morreu graças a Deus que protegeu a vida das pessoas q ali estavam, então não era suspeito coisa nenhuma é ladrão e já foi tarde ,pena q não morreram os outros dois, então postem notícias realmente verdadeiras a história verídica.

  2. Quanta informação errada meu deus, antes de publicar uma notícia a obrigação de qualquer meio de comunicação e verificar como ocorreu e a veracidade das informações antes de publicar.
    Mas pelo visto esse jornal pública as notícias no modo ” disse me disse do povo” quanta irresponsabilidade.

  3. Pois este assalto de hoje cedo ,meu filho estava indo trabalhar e presencio ,quanto os outros é verdade porque passeou nos noticiários na tv.so não vê quem não quer não tem nada de destorcido não é fato é real Osasco está muito perigoso esses vagabundos estão matando por aliança ,celular e por aí vai .menos um pilantra parabéns aos policiais

  4. Primeiro, ele estava indo trabalhar fardado.
    Segundo, ele estava abastecendo o carro quando os criminosos chegaram.
    Totalmente desinformados….repassando notícias inverídicas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHoróscopo do Dia | Previsões de hoje (29/04) para o seu signo
Próximo artigoROMU e novas câmeras reduzem criminalidade em Osasco, diz secretário de Segurança