Como estratégia para combater a realização dos bailes funk ao ar livre, os chamados pancadões, no município, a Guarda Civil Municipal (GCM) passou a monitorar as redes sociais, onde costumam ser convocados os “fluxos”.

publicidade

“A gente está trabalhando com a informação antecipada. Normalmente quem promove esse tipo de evento acaba divulgando nas redes sociais, no WhatsApp, e a gente montou uma central de inteligência”, afirmou o prefeito Rogério Lins (PTN) após cerimônia de posse do novo comandante da GCM, Raimundo Pereira Neto, na manhã desta quarta-feira, 1º.

“São pontos viciados da nossa cidade. Temos muitos problemas [de pancadões] no Jardim Conceição, no Padroeira – nas casinhas –, entre outros bairros da cidade. Então a gente já monta a estratégia de ocupação, nada repressivo, nem ostensivo… uma operação de ocupação antecipada no local, ocupamos o espaço, no Primeiro de Maio, entre outros locais, e entramos com o diálogo”, explicou o prefeito.

publicidade

Trabalho intersecretarial

De acordo com Rogério Lins, é realizado um trabalho intersecretarial, envolvendo os agentes de segurança e a Secretaria de Cultura, para definir alternativas aos pancadões.

A ideia, afirmou, “é fazer um diálogo no sentido de que a gente não é contra a diversão do jovem. Mas que ele não vai fechar mais ruas, ficar até 6h, 7h da manhã com som muito alto, prejudicando a ordem pública”.
Segundo o prefeito, “vamos dar oportunidade para que ele [o frequentador dos pancadões] se organize e ocupe os espaços públicos municipais adequados para ele se divertir”.

publicidade

Rogério Lins ressaltou ainda: “Não somos contra a diversão, mas fechar a rua e ficar até 6h, 7h, com alto consumo de drogas lícitas e ilícitas, muitas vezes por menores, nós vamos combater”.

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Se o novo comandante da gcm assumiu o cargo para lutar e trazer melhorias para a secretaria como valorização, isso inclui melhor remuneração, dar o nosso nível que são mais cinco por cento no salário, conseguir o nosso plano de carreira, porque aqui em osasco, todo mundo tem piso igual, independente de que cargo assume.Se ele conseguir isso, será bem vindo, se não, será apenas mais um cargo, como sempre.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui