Gil é afastado e Jaques Munhoz assume em Barueri

0

A assessoria de imprensa da prefeitura confirmou que o vice Jaques Munhoz (PTB) assumiu hoje a chefia do Executivo Municipal após o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) ter determinado o afastamento do prefeito Gil Arantes (DEM).

publicidade

Gil foi afastado após decisão proferida ontem pela 4ª Câmara de Direito Criminal, que acolheu denúncia do Ministério Público contra o prefeito, acusado de desvio de verbas e lavagem de dinheiro. O MP investiga esquema de venda superfaturada de terrenos desapropriados pela prefeitura desde a primeira gestão do político à frente do cargo, entre 1997 e 2000. Outra denúncia envolve fraude em licitações.

O esquema utilizaria empresas imobiliárias que tiveram evolução milionária no capital social. Uma delas tinha sede nas Ilhas Virgens Britânicas, um paraíso fiscal. No ano passado, o prefeito de Barueri já havia sido alvo do bloqueio de bens, incluindo 31 imóveis em Barueri e Ubatuba, jet-ski e lancha.

publicidade

Ontem Gil Arantes havia emitido nota oficial onde dizia que a decisão do TJ-SP tinha caráter liminar e ele iria recorrer.

Trajetória

publicidade

O advogado Jaques Munhoz foi eleito vereador em 1996 e presidiu a Câmara Municipal no biênio 2001/2002. Foi vice-prefeito na gestão de Rubens Furlan (PMDB) entre 2005 e 2008. No entanto, rompeu com o ex-prefeito e se candidatou ao cargo em 2008. Desde então se aproximou ao grupo político rival, comandado pelo agora prefeito afastado Gil Arantes.

 

Comentários