Início Destaque Google e Facebook se unem para impedir que pessoas comam sabão

Google e Facebook se unem para impedir que pessoas comam sabão

0

Cápsulas de sabão para roupas não são novidades no mercado americano. Tampouco o problema de crianças ingerindo acidentalmente esses produtos por confundi-los com doces. Apesar disso, recentemente, um meme encorajando adultos a comer detergente se tornou viral nas terras do Tio Sam.

publicidade

Em março de 2017 um canal chamado College Humor postou um vídeo mostrando um rapaz comendo uma cápsula do detergente e falando sobre os riscos de se comer o produto. A partir daí a prática se tornou um meme nas redes sociais, impulsionado por posts que realizavam brincadeiras com o produto. Rapidamente a ideia viralizou e se tornou um desafio entre os jovens.

Para conter a prática, os fabricantes contrataram o jogador do New England Patriots, Rob Gronkowski, para realizar um vídeo explicando que o produto é feito para lavar roupa e não é comestível. Entretanto, por um descuido, a função de reprodução automática do YouTube apresentava vídeos do desafio junto com os de uma companhia que fabricava doces que são parecidos com as cápsulas.

publicidade

No último dia 12 de janeiro Google e Facebook se juntaram em ações para restringir os vídeos encorajando a prática. Com a maioria dos vídeos do desafio apagados, parte dos problemas das redes sociais foi resolvido e o canal CollegeHumor acabou restringido para maiores de 18 anos. Entretanto, segundo a Associação Americana dos Centros de Controle de Envenenamento, no período em que os vídeos viralizaram os casos de intoxicação aumentaram vertiginosamente.

publicidade

*Do Meio e Mensagem

Comentários