Governo anuncia investimento de R$ 1,5 bilhão em notebooks, TVs e Wi-Fi para escolas estaduais

0
sala de aula escola estadual
Foto: divulgação

O governador João Doria (PSDB) anunciou, nesta quarta-feira (13), o investimento de R$ 1,5 bilhão em um pacote de tecnologia para as mais de 5 mil escolas da rede estadual. A medida inclui a compra de notebooks, desktops, Wi-Fi, estabilizadores, TVs e outros equipamentos.

publicidade

De acordo com o governo estadual, no início do ano letivo de 2021, as escolas e demais órgãos administrativos que integram a Secretaria da Educação vão receber 269 mil notebooks, 87 mil desktops, 61 mil kits do Centro de Mídias (kit com TV, suporte e estabilizador), 5,2 mil carrinhos tecnológicos (plataforma de carregamento móvel), 65 mil kits wi-fi com roteador e 3,5 mil tablets educacionais para escolas com alunos portadores de necessidades especiais.

A medida também se estenderá à estrutura tecnológica do Centro de Mídias e estúdios localizados na Escola de Formação de Professores (Efape) e na TV Cultura. Lançado em abril, o Centro de Mídias é a plataforma utilizada pela Secretaria da Educação para transmitir as aulas mediadas por tecnologia.

publicidade

O investimento será realizado por meio do programa Conecta Educação, que faz parte do Plano de Inovação Tecnológica da Secretaria da Educação com o apoio do Cieb (Centro de Inovação para a Educação Brasileira). A licitação para a execução do projeto foi realizada em parceria com a empresa de tecnologia estadual Prodesp.

Volta às aulas presenciais

Também nesta quarta-feira (13), Doria apresentou, em reunião online com os prefeitos de todos os municípios do estado, informações sobre a volta às aulas. “A Educação é fundamental para todos nós que somos pais, temos filhos que há mais de 12 meses estão distante de suas aulas, do ensino, de seus professores e que precisam, com critério, com planejamento retomarem suas aulas”, disse.

publicidade

A retomada das atividades escolares presenciais ocorrerá no próximo dia 1º de fevereiro. Para este ano, o governo do estado autorizou a abertura das escolas em todas as fases do Plano São Paulo, obedecendo aos critérios de segurança contra a covid-19.

Comentários