Governo do estado inaugura primeira fase do centro oncológico de Osasco

0
Representantes do governo do estado e da Prefeitura inauguraram unidade na manhã desta segunda / Foto: Leandro Conceição

Após uma série de atrasos, representantes da Secretaria de Estado da Saúde inauguraram, na manhã desta segunda-feira, 11, a primeira fase do centro oncológico de Osasco.

publicidade

O espaço, considerado uma “filial” do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), funciona na Vila Yara e deve beneficiar cerca de 4 mil pacientes da região.

Integrado à Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer, o Icesp Osasco contará com especialistas em oncologia clínica, radioterapia e cuidados paliativos, além de uma equipe multiprofissional composta por dentistas, nutricionistas, psicólogos, enfermeiros e assistentes sociais.

publicidade
Representantes do governo do estado e da Prefeitura inauguraram unidade na manhã desta segunda / Foto: Leandro Conceição
Representantes do governo do estado e da Prefeitura durante a inauguração da unidade, na manhã desta segunda / Foto: Leandro Conceição

A filial de Osasco do Icesp, como a unidade é chamada, é implantada em etapas. Nesta primeira fase, o hospital já estará pronto para realizar mais de 350 consultas e 130 sessões de quimioterapia mensalmente.

A previsão é que até o primeiro semestre do próximo ano, a unidade esteja em pleno funcionamento. No total, serão 12 poltronas de quimioterapia e dois aceleradores lineares (equipamentos de radioterapia).

publicidade

O “Icesp 2” ficará responsável por praticamente todo o atendimento oncológico dos pacientes residentes, além de Osasco, nos municípios de Barueri, Carapicuiba, Itapevi, Jandira, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba. Os casos mais complexos, como cirurgias, continuarão sendo encaminhados ao Icesp da capital paulista.

O investimento do governo do Estado para obras e compra de equipamentos no “Icesp 2” foi de R$ 12,9 milhões.

Promessa antiga

O centro oncológico é promessa do governo do estado desde 2009, após mobilização popular iniciada pelo deputado estadual Marcos Martins (PT). Os representantes do governo do estado alegaram que a demora na entrega da unidade se deve à burocracia para se obter um imóvel adequado para receber o “Icesp 2”.

Marcos Martins chegou a criar, em abril, um movimento para cobrar a aceleração da implantação do centro, o “Chega de Espera. Eu Quero Um Centro de Tratamento de Câncer em Osasco, Já!”.

O centro oncológico fica na rua Benedito Américo de Oliveira, 122, Vila Yara.

Comentários