Homem é acusado de manter irmã com deficiência em cárcere privado e maltratá-la em Osasco

0
Reprodução / SBT

Um homem foi preso acusado de manter a irmã com deficiência intelectual em cárcere privado e maltratá-la em Osasco. Ele mantinha na residência pelo menos três armas de fogo.

publicidade

A mulher, de 55 anos, foi resgatada pelo Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) depois de horas de negociação. O irmão, Eduardo Meneghel, munido de duas armas, uma espingarda e uma chave de fenda, se recusava a liberá-la.

>>> Leia também: Doria diz que Bolsonaro é “vergonha mundial”: “Que presidente é esse que nós elegemos?”

publicidade
armas osasco
Armas encontradas na residência do acusado / Foto: reprodução / SBT

Os policiais chegaram ao imóvel após denúncia de vizinhos. “Ela estava muito magra. E me falava que ele arrancava a cabeça da boneca dela, que ela anda com uma bonequinha. Falou que não tinha o que comer. A gente começou a dar pão. Mas aí ela ficou presa e a gente não viu mais”, contou uma vizinha à reportagem do SBT.

A vítima foi encontrada em um cômodo cercado com grades de ferro. O caso foi registrado no 4º DP de Osasco, na região do IAPI, como cárcere privado e maus-tratos. (Com informações do SBT)

publicidade

Leia também: Osasco e região voltam à fase Vermelha com escolas e igrejas entre os serviços essenciais e liberados para funcionar

Comentários