Homem que furava camisinha antes de relações sexuais é preso

0
sexo casual

Andrew Lewis, de 47 anos, foi preso e condenado por estupro após sua parceria descobrir que ele furava os preservativos antes das relações sexuais. Pela prática do crime, o inglês recebeu a sentença na sexta-feira (2), e terá de cumprir quatro anos de prisão.

publicidade

O caso aconteceu no Reino Unido. O promotor do caso afirmou que a vítima encontrou um alfinete ao lado de algumas camisinhas furadas. Desconfiada, ela decidiu checar o último preservativo que o casal usou, que já estava no lixo e constatou que ele também estava furado.

Já a advogada de defesa do homem alegou que ele estourava os preservativos na “esperança” de que o material estourasse e sua parceira optasse por não usar mais usá-los nas relações sexuais. Ele foi a julgamento e admitiu o crime: “coisa mais estúpida que já fiz”.

publicidade

No tribunal, o juiz reconheceu que a mulher consentiu a relação somente se houvesse o uso do preservativo e considerou que houve quebra de consentimento e de confiança, o que teria caracterizado o estupro. “O delito de estupro é tão sério que uma pena de prisão é apropriada”, determinou o magistrado.

publicidade

Comentários