Hospital Central Antonio Giglio amplia UTI com oito leitos

0
Hospital está sob gestão da Fundação do ABC desde o ano passado / Foto: Filipe Nunes

Prefeitura de Osasco volta a tentar “gestão compartilhada” / Foto: Rodrigo Petterson
Prefeitura de Osasco volta a tentar “gestão compartilhada” / Foto: Rodrigo Petterson

publicidade

Na próxima segunda-feira, 1º de junho, o Hospital Municipal Central de Osasco Antonio Giglio amplia com mais oito leitos a nova ala de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A unidade passou recentemente por uma mudança na direção através de uma parceria entre a Prefeitura e a Fundação do ABC, que assumiu a gestão.

O equipamento passa de 12 leitos na UTI adulto para 20. Se somados os 8 leitos da UTI pediátrica, o hospital contará com 28 leitos de terapia intensiva. “Além de aumentarmos a capacidade geral de internação em Terapia Intensiva, vamos promover melhora significativa nos atendimentos do pronto-socorro, pois a nova UTI estará integrada e servirá de retaguarda para os pacientes do PS”, explica o superintendente do Hospital Antonio Giglio-FUABC, Dr. Alessandro Neves.

publicidade

Além dos novos leitos de UTI destinados à retaguarda do pronto-socorro, outra medida que tem sido fundamental na melhoria do atendimento é o Protocolo de Manchester – sistema internacional usado em 19 países para classificar os usuários de acordo com a gravidade do quadro clínico.

publicidade
Comentários