Hotéis Ibis de Osasco devem entrar em atividade em 2016

5
Evento reuniu responsáveis pelo empreendimento e lideranças municipais

Evento reuniu responsáveis pelo empreendimento e lideranças municipais
Evento reuniu responsáveis pelo empreendimento e lideranças municipais

publicidade

Na manhã desta segunda-feira, 8, foi assinado contrato de construção dos hotéis Ibis e Ibis Budget em Osasco, em evento que reuniu diretores das empresas responsáveis, a incorporadora Setin e a rede hoteleira Accor, e da Prefeitura de Osasco, como o prefeito Jorge Lapas (PT).

Construídos na avenida dos Autonomistas, próximos à Câmara Municipal, os hotéis devem iniciar as atividades em 2016.

publicidade

Os empreendimentos funcionarão no sistema de condo-hotel, no qual o investidor pode adquirir uma ou mais unidades e lucra de acordo com a utilização de sua propriedade no hotel. As unidades são vendidas por a partir de R$ 250 mil.

O valor geral de vendas (VGV) é de R$ 140 milhões, de acordo com o presidente da Setin, Antonio Setin.

publicidade

A estimativa é que os empreendimentos gerem 300 empregos durante as obras e, após o início das atividades, 75 vagas diretas e 250 indiretas.

Além dos hotéis Ibis, Osasco receberá o Ramada, da rede Wyndham, com incorporação da empresa osasquense Banco de Projetos. O empreendimento será vizinho do Ibis e já teve as vendas iniciadas.

Mudanças no tráfego para amenizar impacto

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT), afirma que, para amenizar o impacto da chegada dos novos hotéis na Autonomistas, serão feitas readequações viárias na área, com a transferência da rota de linhas de ônibus para a rua da Estação, cuja duplicação foi concluída na semana passada.

“Faremos um estudo para transferir algumas linhas de ônibus. O grande problema do tráfego daquela região é o excesso de linhas na área. Vamos encaminhar algumas linhas para a rua da Estação”, afirmou.

Qualificação é “bom desafio”, diz secretária

Para a secretária municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão de Osasco, Mônica Veloso, a chegada das grandes redes hoteleiras a Osasco é “de grande importância, não só a criação das oportunidades de negócios”.
“Mas por também trazer bons desafios para nós, que é buscar a forma com que esses empreendimentos possam gerar empregos com qualidade, decentes”, avalia Mônica.

De acordo com ela, no período de construção dos hotéis, serão abertas vagas em cursos de qualificação para as demandas da área.

Comentários