Inquérito sobre a morte de Manchinha no Carrefour de Osasco deve ser concluído esta semana

9

O inquérito aberto para apurar as agressões que levaram à morte do cachorro Manchinha no estacionamento do Carrefour de Osasco deve ser concluído esta semana pela delegacia de Meio Ambiente do município, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública.

publicidade

“O caso é investigado por meio de inquérito na Delegacia de Investigações sobre o Meio Ambiente, de Osasco. Mais de 20 pessoas já foram ouvidas, entre elas o vigilante acusado de desferir um golpe com uma barra de alumínio no animal”, informa, em nota, a Secretaria. Após a conclusão das investigações, o inquérito será encaminhado à Justiça.

Manchinha foi morto no dia 28 de novembro após ser agredido com uma barra de alumínio por um segurança do Carrefour. O caso gerou uma onda de protestos, na loja de Osasco e nas redes sociais. Em depoimento, o funcionário se disse “muito arrependido” e que não tinha a intenção de matar o animal.

publicidade

Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais pode render detenção, de três meses a um ano, e multa e a pena é aumentada em até um terço se ocorre morte do animal. No entanto, o agressor dificilmente vai para a prisão nestes casos.

“A questão é esta pena máxima de um ano. Uma pena desse tamanho acaba jogando a conduta para o Juizado Especial Criminal, que o considera como um crime de menor potencial ofensivo”, afirmou Carlos Cipro, presidente ABRAA (Associação Brasileira de Advogadas e Advogados Animalistas), ao Uol. “Então ele não vai para a cadeia. Se não for reincidente, vira prestação de serviços, esse tipo de coisa”.

publicidade

Com a comoção causada pela morte de Manchinha, foi aprovado na Câmara dos Deputados um projeto de lei que amplia a pena para quem maltrata animais.

Além da morte do cachorro em Osasco, o Carrefour é acusado de envenenar gatos em uma loja no Rio de Janeiro.

Em meio à comoção causada pela morte de Manchinha, a empresa anunciou uma série de compromissos relacionados à causa animal.

Entre eles, a revisão de procedimentos de encaminhamento de animais abandonados, melhoria da infraestrutura da Zoonoses de Osasco e realização de um evento anual em memória de Manchinha, a cadela que foi morta por um segurança da empresa no dia 28 de novembro, o que gerou a onda de protestos contra a rede.

Confira nota divulgada pelo Carrefour após o protesto em Osasco no dia 8:

“Sensibilizados com a morte do cachorro Manchinha e buscando evitar que casos como este se repitam, o Carrefour tem se reunido com diversas ONGs, ouvindo suas recomendações para a construção de iniciativas em prol da causa animal.

Em função dos aprendizados e das sugestões que recebemos, nossos próximos passos serão:
– revisão dos procedimentos internos para encaminhar animais abandonados;
– revisão dos treinamentos de todos os nossos colaboradores e prestadores de serviço;
– realização de feiras de adoção de animais em todo o país;
– melhoria na estrutura e equipamentos do Centro de Zoonoses de Osasco (SP);
– realização de um evento anual, no dia 28 de novembro, e outros com maior frequência, em memória ao Manchinha, com ações de conscientização da importância da causa animal a todos os nossos colaboradores, em conjunto com a sociedade.

Nos comprometemos, com transparência, informar publicamente toda a evolução destas iniciativas.

Na tarde deste sábado aconteceram diversas manifestações em nossas lojas, que foram acolhidas por nós.

Reforçamos que seguimos colaborando com as autoridades para que ocaso seja solucionado o mais rápido possível”.

Comentários

9 COMENTÁRIOS

  1. É um desgracado, pena muito brannda pra ele, ou melhor deveriam ripar a cara dele com a barra de ferro

  2. Eu defendo o BOICOTE AO CARREFOUR! Não adiante querer se redimir agora de um crime tão horrível como foi o caso da cadela Manchinha e os gatos que mataram!! O Carrefour deve ser punido junto com aquele ASSASSINO COVARDE que matou a cachorra!! Não precisamos deste mercado, afinal o que mais tem é supermercado por aí…CARREFOUR NÃO!!!! Só punindo é que se aprende a não maltratar animais.

  3. Eu continuo CARREFOUR NAO!!!!!!! EM CIMA DE MIM NAO TERAO GANHOS JAMAIS!!! PESSOAS MALDITAS QUE ODEIAM OS ANIMAIS SAO TODOS PSICOPATAS SAO CAPAZES DE ATROCIDADES COM OS SERES HUMANOS TAMBEM……

    MALDITOS

    • Com certeza! Defendo o BOICOTE ao Carrefour que agora quer se “redimir” ao invés de ser punido junto com aquele Assassino Covarde que está impune!!! Revoltante!!

  4. Bom agora o desgracado se diz muito arrependido mas como todos sabemos arrependimento não resolve a situação de um monte de verme como este. A cada hora aparece um maldito maltratando animais, enquanto tivermos essas leis e punições de lixo que há nesse país de bosta (TERCEIRO MUNDO TOTAL) INFELIZMENTE veremos casos como estes por isso sou muito a favor justiça com as próprias mãos para esses ARROMBADOS elimina do país e iremos pensar JA FOI TARDE DESGRACADO

  5. Esse ser in racional porque foi desumano, pura maldade o que esse demônio fez eu gostaria mesmo era pegar essa mesma barra de ferro e sentar na cara dele. Pela lei de Deus e do homem esse palhaço tem que pagar. Agora o nojento está arrependido que coisa né?! O que é seu tá guardado seu otario desejo a maior pena pra vc.

  6. Esse segurança tinha que apobrecer na cadeia. Mas a responsabilidade tambem é do Carrefour essa rede nao ve mais um centavo meu! Fora do meu pais. Abominamos maus tratos a animais! Nao toleramos mais violência.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHoróscopo de hoje (17/12): leia as previsões para o seu signo
Próximo artigo“Novo Dr. Bumbum” é preso pela Polícia Civil de Osasco