Itapevi intensifica Plano de Combate às Enchentes nesta semana

0
Foto: Felipe Barros

Nesta semana, equipes de Itapevi estão intensificando o Plano de Combate às Enchentes na cidade. Os trabalhos se estenderão por todo o período de chuvas, que deve ocorrer até meados de março.

publicidade

Na terça-feira (2), equipes realizaram a limpeza do córrego Paim, na região central da cidade, e no rio São João, no trecho que inicia no Jardim Portela até o Jardim Sorocabano.

Os trabalhos estão sendo realizados pela Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos e contam, em média, com 10 homens operando duas escavadeiras hidráulicas e seis caminhões basculantes na remoção de entulhos e dejetos.

publicidade

“Realizamos os trabalhos de forma mais intensa no período menos chuvoso, na baixa precipitação, por volta de agosto, pois acessamos os canais e não colocamos equipes e equipamentos em risco. Todo este trabalho foi iniciado ainda em 2017. A partir de dezembro é que reforçamos a ação e fazemos a manutenção de rios e de córregos limpando até, aproximadamente, o mês de março deste ano”, explica Ramon Medrano de Almada, secretário de Infraestrutura de Itapevi.

No entanto, o secretário explicou que com a mudança da gestão de 2016 para 2017, os trabalhos de limpeza e desassoreamento de rios e leitos de córregos precisaram ser feitos imediatamente, assim como a limpeza de bueiros e bocas de lobo para evitar alagamentos.

publicidade

“Sempre com orientação e respaldo de laudos técnicos da Defesa Civil, realizamos, ainda no início do ano passado, os trabalhos de limpeza nas áreas críticas de rios e córregos que poderiam colocar em risco a vida das famílias de Itapevi”, destaca.

De acordo com a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos, em 2017, foram retiradas mais de 3 mil toneladas de resíduos dos rios e córregos do município.

Retorno da limpeza às áreas críticas

Em março de 2017, a Prefeitura também já havia limpado o córrego Paim com o objetivo de reduzir os danos provocados pelas chuvas. Na ocasião, mais de 370 toneladas de entulhos foram retiradas do córrego e das margens. O córrego Itaparica, no Jardim São Luís, bairro vizinho ao município de Jandira, passou por limpezas no mesmo período. Foram diversas ações de reforço do trabalho de limpeza e desassoreamento em diversos córregos e rios da cidade que seguem neste ano de 2018.

Ao longo de todo ano de 2017, a Prefeitura também realizou mutirões de limpeza pública com o objetivo de cuidar da zeladoria do município. Foram serviços de roçagem, retirada de entulho, desobstrução de bueiros e bocas de lobo, além da limpeza de vielas, calçadas e a recuperação de estradas de terra, parte dos programas Cidade Bela e Cidade Bela no Seu Bairro. Além disso, foram instaladas caçambas em diversos pontos da cidade para facilitar o descarte de entulho e resíduos sólidos.

Multa para descarte irregular de entulho

Além de sujar a cidade, o descarte irregular entope bueiros e bocas de lobo, facilitando a ocorrência de alagamentos e a proliferação de pragas e doenças. Para enfrentar o problema, a Prefeitura mais que dobrou, em maio de 2017, a multa aplicada a quem for flagrado jogando entulho nas ruas do município: agora, o valor máximo passou de R$ 5.580,00 para R$ 14.880,00, alta de 166%. Ao aumentar o valor da multa, a Prefeitura espera inibir a prática, deixando a cidade mais limpa e evitando que Itapevi sofra com enchentes e alagamentos.

Como denunciar?

Para denunciar casos de irregularidade no descarte de entulho, o cidadão pode entrar em contato de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com a Secretaria de Receita (Avenida Presidente Vargas, 405 – Vila Nova Itapevi) pelo telefone 4143-7500 (Ramal 7528 ou 7619). A GCM, que apoia as ações da Receita, atende 24 horas por dia no telefone 199.

Piscinões para evitar alagamentos

Pensando também em prevenir a cidade contra as enchentes, esta em andamento as obras do piscinão do Vitápolis. O reservatório receberá águas do rio Barueri-Mirim e ajudará a escoar as águas que causam enchentes e alagamentos na região.  Com investimentos da Prefeitura e do Governo Federal por meio do PAC II (Programa de Aceleração do Crescimento), as obras estão orçadas em R$ 15 milhões.

Depois de concluídas, as obras do Piscinão do Vitápolis, os esforços serão direcionados para o Piscinão do Suburbano. O objetivo é que assim que passar o período de chuvas do início deste ano, iniciem-se as obras do Piscinão do Suburbano, que diminuirá ainda mais os efeitos das fortes chuvas no município.

Comentários