Jaci Tadeu e Gê pedem melhorias para secretário de Saúde do estado

0

 

Foto: Victor Bustamante
Foto: Victor Bustamante

Os prefeitos de Itapevi, Jaci Tadeu (PV), e de Jandira, Geraldo Teotônio (PV), tiveram audiência na segunda-feira, 15, com o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri.

Tadeu cobrou mais agilidade e reclamou das filas de espera para realização de exames e consultas, que pode chegar até a um ano e meio. “Nosso maior problema é o tempo de espera imposto aos nossos munícipes. Temos, por exemplo, mais de 670 pessoas neste momento aguardando para fazer um exame de eletroneuromiografia, cuja espera por atendimento pode chegar a 15 meses”, afirmou o prefeito.

Publicidade

Outros exames que possuem tempo de espera superior a um ano são, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Higiene e Saúde, são campimetria visual computadorizada, eletroencefalograma com sedação, retinografia, ressonância magnética, exames otoneurológicos, entre outros.

Acompanhado do secretário municipal de Higiene e Saúde, Fábio Tangerino, Jaci Tadeu passou às mãos de Guido Cerri uma carta de intenções. Entre os pedidos, está a abertura de novas referências hospitalares para Itapevi no que tange vítimas de acidentes em vias públicas classificadas como neurotraumas, visto que o único hospital que atende o município, o Regional de Osasco, não possui vagas disponíveis. O prefeito Jaci Tadeu também cobrou novas referências para atendimento a casos de cirurgias eletivas e pacientes com câncer, cujo início do tratamento pode chegar a até seis meses atualmente.

Também participou da audiência na Secretaria de Estado da Saúde o prefeito de Jandira, Geraldo Teotônio (Gê), que solicitou apoio do governador para melhorias emergenciais na área da saúde, como a reabertura da única maternidade do município, fechada há cerca de oito anos, assim como a aquisição de novas ambulâncias para atendimento à população.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProjeto incentiva a leitura
Próximo artigoSobre a taxa de juros