Joaquim Miranda receberá prêmio por luta pelos Direitos Humanos

0

Sindicalista foi  preso e torturado nos porões da ditadura / Foto: Eduardo Metroviche
Sindicalista foi
preso e torturado nos porões da ditadura / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

O sindicalista Joaquim Miranda Sobrinho, do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo, receberá menção honrosa no XIX Prêmio Santo Dias de Direitos Humanos na Assembleia Legislativa de SP, no dia 11 de dezembro. A homenagem foi proposta pelo deputado estadual Marcos Martins e aprovada na Comissão de Direitos Humanos da Casa na quarta-feira, 11.
Liderança histórica na região, Sobrinho veio do interior de São Paulo para Osasco, em 1958. Em 1965 entrou na diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e passou a participar de movimentos contra a ditadura militar, como a histórica greve dos operários de Osasco em 1968, uma das primeiras mobilizações desde o início da repressão. Joaquim Miranda chegou a ser preso por duas vezes e sofrer tortura.

publicidade
Comentários