Jorge Nazareno: A PEC do atraso

Temer quer nos levar a um retrocesso que só vai contribuir para que o país regrida no tempo e volte a ser mero fornecedor de mão de obra, exportador de matérias-primas e de mentes.

0
O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, Jorge Nazareno

Jorge Nazareno – Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região

publicidade

O governo de Michel Temer armou um verdadeiro arsenal para ver aprovada a PEC 241, que corrige os gastos sociais somente pela inflação. Jantar milionário para convencer parlamentares e propaganda nos maiores veículos de comunicação são algumas das artimanhas usadas.

Para difundir a ideia de que é preciso fazer sacrifícios para tirar o país da crise, Temer compara a tarefa com o “aperto no cinto” feito por todos e todas as chefes de família que buscam se equilibrar na situação de orçamento curto e desemprego.

publicidade

Com essa ideia simplória querem nos fazer compreender que a Saúde, a Educação, a Ciência e tantas outras áreas podem esperar. Mas, como atestam pesquisadores do Ipea (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas), FGV (Fundação Getúlio Vargas), SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) e ABC Temer quer nos levar a um retrocesso que só vai contribuir para que o país regrida no tempo e volte a ser mero fornecedor de mão de obra, exportador de matérias-primas e de mentes.

É também revelador do projeto de país deste governo, o modo como o ministro da Ciência e Tecnologia reagiu a nota técnica do Ipea. Tratou como se não fosse opinião do órgão, reação que causou a demissão de uma das pesquisadoras responsáveis.

publicidade

Tudo isso mostra a gravidade do momento que vivemos: de destruição de direitos e a Democracia, nos diferentes espaços. Precisamos defender nossas conquistas e o projeto de país desenvolvido e justo que acreditamos.

Comentários