Jornalismo da região perde Daniel Soares

2
Jornalista morreu nesta terça, aos 60 anos / Foto: Reprodução Coluna Em Off

O jornalista Daniel Soares morreu na manhã desta terça-feira, 13, aos 60 anos, em Barueri, vítima de insuficiência renal. O velório será realizado na tarde desta terça, no cemitério do Bela Vista, em Osasco, e o enterro amanhã pela manhã, no cemitério do Santo Antônio.

publicidade

Daniel Soares era chefe de redação do jornal Página Zero e considerado um dos grandes jornalistas de região. Também foi diretor de Imprensa da Prefeitura de Osasco e assessor parlamentar na Assembleia Legislativa.

Jornalista morreu nesta terça, aos 60 anos / Foto: Reprodução Coluna Em Off
Jornalista morreu nesta terça, aos 60 anos / Foto: Reprodução Coluna Em Off

Amigos, colegas de profissão e autoridades manifestaram pesar pela morte de Daniel: “Foi um dos maiores expoentes do jornalismo da Região Oeste da Grande São Paulo e sempre acreditou na transformação das causas sociais, desta forma deixará o legado de um profissional dedicado, sensível, ético e apaixonado pelo jornalismo”, declarou, em nota, o prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT).

publicidade

“O Daniel Soares era um dos mais antigos militantes de verdade do jornalismo regional. Ele sempre acreditou no jornalismo como exercício de cidadania, como ferramenta de construção de uma sociedade melhor. Daniel teve uma atuação marcada pelo companheirismo, a ética e o respeito à informação e seus leitores”, afirma o editor do Visão Oeste, Jeferson Martinho.

“Creio que demorará muito tempo para que surja outro profissional tão vocacionado e capacitado para o jornalismo quanto Daniel Soares”, declarou o professor de jornalismo Ricardo Dias, em seu perfil no Facebook.

publicidade

O prefeito de Jandira, Geraldo Teotônio, o Gê (PV), declarou: “Lamento a perda deste tão correto e ético profissional da imprensa regional, por quem tinha grande admiração pessoal”.

“A imprensa regional perde um de seus mais completos profissionais, não só pela competência com que tratava a notícia, mas pelo caráter e ética raros”, disse o deputado estadual Marcos Martins (PT).

O também deputado estadual Osvaldo Vergínio afirmou: “Triste, muito triste com a morte do jornalista Daniel Soares, um dos pioneiros da imprensa de Osasco que fez diferença e deixou um legado de profissionalismo para as próximas gerações. Descanse em paz, amigo”.

Para o ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza, “a imprensa da região perdeu hoje um de seus mais destacados membros. Profissional sério, ético e preparado, com quem tive longas conversas durante meu período na Prefeitura de Osasco, Daniel deixa uma grande lacuna entre seus”.

 

Comentários