Juco, a semente de civismo e amor ao próximo

0

Celso Giglio  deputado estadual pelo PSDB

publicidade

A nossa querida Juco – Juventude Cívica de Osasco – está comemorando seus 52 anos de vida. É raro na história da cidade, do estado e do Brasil, a existência de uma entidade tão longeva que se dedica, essencialmente, a formar gente, a alimentar no espírito do jovem que vê o mundo com olhos puros, recheados de esperança, a determinação de buscar seus ideais a partir da realidade prática do mundo.

Vimos isso muito de perto, sobretudo no período em que, ao lado do saudoso e então presidente da Juco, o jornalista João Macedo de Oliveira, cumprimos nosso papel como vice-presidente desta respeitável instituição. Na Juco vimos também a dedicação diuturna do professor Daniel, de imorredoura esperança. Vimos um Anésio Cabral, com seu amor visceral pela educação, empreender, educar, apontar rumos, estimular a participação dos jovens na vida cívica do município e, portanto, do país.

publicidade

Já estávamos em Osasco, lá por volta do ano 1990, quando nossa diretoria estabeleceu como prioridade a formação educacional e a busca da formação profissional dos jovens que ingressavam em seus quadros. Foi sob a batuta do então presidente Daniel Barbosa de Andrade, emérito educador, que a Juco assinou termo de parceria com Prefeitura de Osasco. Abriu-se assim um novo horizonte, que fez da Juco uma referência para centenas de outras cidades.

Longa vida à Juco. Que seus frutos, os jovens que lá iniciaram sua jornada na vida, saibam se voltar para ela, alimentá-la com carinho e amor. Porque assim fazendo estarão devolvendo à cidade de Osasco um pouquinho do que receberam, que foi mais do que uma instrução. Foi a seiva da esperança que a todos une e ajuda a construir um mundo melhor. Parabéns Juco.

publicidade

Comentários