Início Cidades Justiça manda Universal devolver R$ 204 mil à mulher que buscava “lugar...

Justiça manda Universal devolver R$ 204 mil à mulher que buscava “lugar no céu”

0
igreja universal
Foto: Reprodução

A Justiça de São Paulo determinou que a Igreja Universal do Reino de Deus devolva R$ 204 mil a uma mulher que teria sido coagida a doar altas quantias de dinheiro à instituição para conseguir “um lugar no céu”.

publicidade

A informação foi divulgada pelo colunista Rogério Gentile, do Uol. De acordo com a coluna, a professora, que hoje tem 53 anos, recorreu à igreja em 1.999 em busca de orientação por estar enfrentando diversos problemas pessoais. No processo, ela diz ter seguido fielmente às práticas religiosas da instituição, além de ter feito sacrifícios financeiros e ofertas.

A maior das doações, segundo a professora, teria ocorrido entre dezembro de 2017 e junho de 2018, quando ela teria doado R$ 204,5 mil à Universal. “F.S. realizou as doações porque tinha convicção de que apenas se sacrificando agradaria a Deus e teria a sua bênção”, declarou a defensora pública Yasmin Pestana, que representou a autora do processo.

publicidade

Ainda segundo Gentile, a Universal alegou à Justiça que não coagiu a mulher. “A autora [do processo] é maior [de idade] e, portanto, absolutamente capaz de entender e refletir sobre a consequência dos atos praticados, não podendo agora alegar ter sido vítima de coação psicológica, decorrente do discurso litúrgico dos pastores”, aprontou, frisando que a professora frequentou a igreja por 18 anos.

Na sentença, o juiz Carlos Bottcher considerou que a mulher teria sido vítima de coação. Ele condenou a igreja a devolver os R$ 204,5 mil com correção de juros. A Universal ainda pode recorrer da decisão.

publicidade

Comentários