Juventude e Lapas discutem Coordenadoria da Juventude

0

Jovens apresentaram diversas reivindicações ao prefeito / Foto: Leandro Palmeira
Jovens apresentaram diversas reivindicações ao prefeito / Foto: Leandro Palmeira

publicidade

Carol Nogueira

Na quarta-feira, 31, um encontro com líderes da juventude e o prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT), discutiu diversos temas, como transporte público, cultura e a estruturação de uma Coordenadoria da Juventude na cidade. O evento foi realizado na Sala Osasco (junto à prefeitura) e também contou com a participação do coordenador de juventude da Capital, Gabriel Medina, e do presidente do Conselho Nacional de Juventude, Alexandre Melchior.

publicidade

Os jovens cobraram a abertura das planilhas de custos das empresas de transporte e também soluções para a melhoria do serviço e redução dos custos, como a integração entre as linhas. As manifestações promovidas pela juventude em junho foram responsáveis pela redução no valor da tarifa de ônibus.

Transporte e cultura estiveram na pauta

Outra questão levantada foi a estruturação da Coordenadoria da Juventude e quem poderá assumir o projeto. Segundo o prefeito Lapas, é importante ter boa interlocução com os movimentos sociais. “A pessoa que vai assumir a coordenadoria deve ter capacidade de gestão para desenvolver os projetos e representatividade”, disse.
Na reunião também estiveram presentes artistas do município, que aproveitaram o espaço para pedir mudanças e investimentos em eventos culturais na periferia e cursos técnicos de formação na Escola de Artes Cesar Antonio Salvi, que fica no Centro de Osasco.

publicidade

Para Pedro Balle, diretor do Centro Acadêmico de Letras da USP, os próximos encontros é que vão definir o espaço aberto aos jovens. “Parece que tem uma abertura democrática com o prefeito, embora, com um número limitado de falas. Mas, para mim, o que vai marcar se existe um espaço democrático ou não é a maneira como ele vai fazer para escolher o coordenador da juventude, se vai consultar os movimentos sociais, a sociedade civil ou se vai fazer acordos internos”, afirmou.

Pluralidade
A militante Laura Regina destacou a pluaridade da reunião.”Não ficou limitada a pequenos grupos de partidos e instituições como os movimentos estudantis. A estruturação da coordenadoria tem de ser feita de modo plural e dialogar com toda a juventude”, disse.
A próxima reunião com a juventude está marcada para o dia 12, também na Sala Osasco.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão na Rede
Próximo artigoDER instala contadores de veículos na Raposo