Lapas cobra Alckmin sobre falta de segurança em Osasco

0
Prefeito de Osasco (à dir.) enviou ofício com cobranças a governador (à esq.) e secretário / Reprodução

Prefeito de Osasco (à dir.) enviou ofício com cobranças a governador (à esq.) e secretário / Reprodução
Prefeito de Osasco (à dir.) enviou ofício com cobranças a governador (à esq.) e secretário / Reprodução

publicidade

Em ofício enviado na segunda-feira, 7, o prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT) cobra do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e do secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, reforço na segurança pública no município.
“Tenho observado em regulares reuniões junto à comunidade e nas pesquisas realizadas em nossa cidade que a atual situação de segurança pública em Osasco ocupa o primeiro lugar na lista de preocupações da população”, diz Lapas.

“Segurança é maior preocupação da população”

A medida foi tomada após publicação de matéria na Folha de S. Paulo no domingo, 6, que aponta Osasco como a cidade com mais de 100 mil habitantes que teve o maior aumento no número de roubos entre janeiro e maio desde ano.
Os dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública mostram um crescimento alarmante nos roubos em Osasco. Só nos primeiros cinco meses do ano foram registrados no município 3.582 roubos em geral, o que equivale a quase 75% do registrado em todo o ano passado (4.781).
Ocorreram ainda entre janeiro e maio 916 roubos de veículos em Osasco, 52,8% do registrado em 2013.

publicidade

Reavaliação das estratégias

No documento, Lapas solicitou ao governador e ao secretário uma reavaliação das estratégias de planejamento e das ações de segurança pública em Osasco, principalmente com vistas a aumentar efetivo das polícias Civil e Militar.
O prefeito diz que, com a “sensação generalizada de insegurança”, mesmo com a segurança sendo uma atribuição do governo do estado, a administração municipal tem reforçado a atuação da Guarda Municipal, que receberá, inclusive, 300 novos integrantes em breve.

publicidade

Comentários