Lapas: Tucanos na contramão da educação

0
Por Jorge Lapas - prefeito de Osasco

Por Jorge Lapas - prefeito de Osasco
Por Jorge Lapas – prefeito de Osasco

publicidade

A cidade de Osasco foi surpreendida com a notícia do fechamento de escolas estaduais. Só em Osasco serão sete: Antônio Carlos da Trindade (Ayrosa II), José Edson Martins Gomes (Bel Jardim), ambas na zona Norte, Coronel Antônio Paiva de Sampaio, Leonardo Villas Boas, Deputado Guilherme de Oliveira Gomes, Irmã Gabriela Maria Elizabeth Wienkers e Graciliano Ramos, na zona Sul.

Segundo especialistas, a rede estadual de Osasco poderá perder até 10 mil vagas com as mudanças, tanto no Ensino Fundamental como no Ensino Médio.

publicidade

Felizmente, a população está reagindo e promovendo manifestações contra a chamada reorganização paulista. Isso mostra que há um erro de avaliação do governador e do seu secretário sobre as necessidades da escola pública. Precisamos melhorar a qualidade, combater a grave evasão do Ensino Médio e trabalhar pela unificação nacional dos currículos, como propõe o Plano Nacional de Educação, e não promover fechamentos de escolas, que só prejudicam os mais pobres.

Em Osasco, nos últimos dez anos, trabalhamos muito; construímos 20 novas escolas, entre elas dois CEUS, outras estão em construção; reformamos e ampliamos quase toda a rede, qualificamos 75 por cento de nossa estrutura física para acessibilidade no programa de Educação Inclusiva e estamos criando 5 mil vagas em creches.

publicidade

O meu governo tem feito um esforço enorme para melhorar cada vez mais a educação pública municipal com recursos próprios e através de parcerias com o governo federal. Entendo que esse é o papel de qualquer administração séria e responsável, preocupada com a qualidade de vida de sua população.

Ao contrário do que afirmam o secretário Estadual da Educação e o governador, conhecemos muito bem o plano de reorganização da rede estadual, por isso somos contrários. Cabe ao poder público entender e respeitar esse cenário, fazendo das escolas espaços de aprendizado nos quais todos os alunos, independente das respectivas idades e origens sociais, convivam juntos e possam aprender mais e exercerem plenamente a sua cidadania.

Comentários