Lapas volta a criticar grevistas; audiência às 14hs vai tentar resolver impasse

1

Terminal do Largo de Osasco vazio na tarde da quarta-feira
Terminal do Largo de Osasco vazio na tarde da quarta-feira

publicidade

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT), falou agora há pouco, durante evento no Hospital Regional, em Presidente Altino, sobre a greve no transporte público municipal, que entra em seu segundo dia. Uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho está marcada para às 14hs para tentar resolver o problema.

Assim como fez ontem em nota oficial (clique aqui para ler), o prefeito de Osasco voltou a criticar o movimento. “O reajuste oferecido já é acima da inflação”, lembrou. Segundo Lapas, 70% dos ônibus da Viação Urubupungá, que opera na zona Norte, estão na rua. A situação é pior na zona Sul, onde, de acordo com o prefeito, somente cerca de 20 ônibus circulam.

publicidade

Lapas também pediu o apoio do Ministério Público e da Polícia Militar “pra que quem quer trabalhar possa trabalhar”. Ele lembrou que o sindicato da categoria em Osasco não assumiu a responsabilidade pela paralisação, assim como ocorreu na Capital. “Só agora alguns diretores se apresentam defendendo a paralisação, mas tudo já tinha sido acordado desde sábado, o índice de reajuste e benefícios”, disse o prefeito.

publicidade
Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Peço para o prefeito de Osasco que a polícia federal também entrar nas investigações sobre a greve surpresa que foi anunciado na quinta-feira dia 21 de Maio de 2014 e também o nosso ministério público federal também acompanha as investigações ao lado da polícia civil, por que esses bando de bandidos fantasiados de sindicalista como são chamados de dissidentes tem ser presos nas suas casas e levar para a sede da polícia federal em São Paulo e levados para um presídio de segurança máxima em Brasília e também peço para os prefeitos que fazem parte do consócio regional como CIOESTE também peçam investigações sobre esses bandidos ( dissidentes) também prejudicou as pessoas que pegam ônibus intermunicipal nas cidades de Itapevi, Jandira, Barueri, Carapicuíba, Osasco, Cotia , Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus e o ministério público tanto Estadual e Federal e as polícias civil e federal também investigam.Eu fui trabalhar hoje só de van e voltei de van na região da Raposo Tavares nos Jr's Belmonte e Tereza aonde pego ônibus tanto Belmonte 010 e Tereza 029 da Viação Osasco e Urubupungá não passavam de jeito de nem um!.Uma pergunta, quem tinha entrevista de emprego ou consulta médica, quem vai pagar o comercio pelo prejuízo pelo 2 dias paralisação por causa de aumento salarial?que esses dissidentes bandidos que prejudicou a população que tinha compromissos e não pode ir!e quem trabalhar saber como fica nessa situação!bandidos e sem vergonha para esses cachorros e vadios e pilantras de plantão que faz a nossa gente se prejudicada.E amanhã quero meu exemplar do meu jornal nas bancas de jornais na praça Antonio Menk na hora de volta ao trbalho ou de manhã entre 6:00 e 6:30 da manhã.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia Civil vai investigar greve de motoristas e cobradores
Próximo artigoGreve deve continuar nessa sexta, e possivelmente outras cidades poderão aderir