Prefeitura contrata empresa para manutenção de relógios de ponto com biometria
Biometria trará mais rigor no controle de entrada, saída e carga horária dos servidores

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (PTN), anunciou na tarde desta quarta-feira, 4, o início da implantação do controle de frequência dos servidores por biometria.

publicidade

A medida trará mais rigor no controle de entrada, saída e carga horária dos servidores e ajuda a combater irregularidades, como fantasmas no funcionalismo.

“Visando o maior controle do serviço público e a eficiência na gestão, hoje nos reunimos com a nossa equipe técnica para darmos início ao processo de implantação de controle de frequência dos servidores por biometria em todos os departamentos da prefeitura de Osasco”, declarou Rogério Lins em seu perfil no Facebook.

publicidade

“Com isso, haverá um rigoroso controle de entrada, saída e carga horária dos funcionários em todos os departamentos públicos municipais”, completou o prefeito.

O prazo para a implantação da biometria, envolvendo licitação, contratação e implantação, é de 6 meses. A primeira pasta a receber a nova medida é a Secretaria de Finanças.

publicidade
Caça Fantasmas 

Rogério Lins é acusado pelo Ministério Público estadual de envolvimento em um suposto esquema de contratações de funcionários fantasmas na Câmara de Osasco quando era vereador.

Ele chegou a ser preso, mas deixou a penitenciária e assumiu a administração do município com o pagamento de fiança de R$ 300 mil, valor que teria sido pago com um empréstimo bancário parcelado em 60 vezes.

Durante a cerimônia de posse, Lins reafirmou que é inocente. “A minha equipe trabalha, 10, 12, 15 horas por dia, final de semana e se dedica há mais de dez anos ao meu lado. Mas eu continuo acreditando na justiça do homem, respeitando o Ministério Publico e, principalmente, na vontade do povo e na justiça de Deus”, disse.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui