Luiz Marinho, que vem a Osasco na segunda (24), promete modernizar trens e reduzir preço dos pedágios

0
Foto: Cesar Ogata/Divulgação

O candidato ao governo do Estado Luiz Marinho (PT) vem a Osasco fazer campanha na tarde de segunda-feira (24). Ele participará de caminhada no Jardim Aliança.

publicidade

Nesta sexta-feira (21), durante atos de campanha na região de Mogi das Cruzes, ele se comprometeu a modernizar as linhas de trens em São Paulo, principalmente as de transporte de passageiros e, nas estradas, reduzir o valor dos pedágios.

“Vamos reduzir os pedágios nas estradas para melhorar a eficiência da indústria paulista, pois o produto que está chegando na nossa mesa, no supermercado, no shopping, nas lojas está sendo impactado pelo pedágio altíssimo, o mais caro do mundo, como é o atual pedágio cobrado nas estradas paulistas”, declarou Luiz Marinho.

publicidade

Sobre o transporte público, o candidato ao governo do estado declarou: “Vou integrar modalidades [trem, metrô e ônibus] e tarifas, criando o Bilhete Único Mensal, para baratear o custo do transporte.” Marinho também declarou que é preciso dar mais qualidade para reduzir o tempo de percurso. “Há cidadãos que levam duas horas e 43 minutos para ir da casa ao trabalho.”

Marinho também falou da segurança nas estações ferroviárias. “Precisamos dar mais qualidade e segurança, especialmente para as mulheres”, disse o petista, afirmando que há muitas ocorrências de tentativa de estupro e de assédio no transporte público de São Paulo, “especialmente nos trens”.

publicidade

O candidato declarou ainda que, além de investir na qualidade e segurança, é necessário reverter a cultura machista, com campanhas educativas e debater essa questão desde a escola.

Empregos 

Marinho retomou uma das prioridades de seu programa de governo, que é a geração de 2 milhões de empregos no Estado em 4 anos. “Vou mexer no orçamento. Destinar recursos para  Cultura e Esporte”, que, juntos, podem gerar 920 mil novos postos de trabalho, segundo estudos do Banco Mundial”.

O candidato também falou em criar o banco de desenvolvimento e fomento para que pequenas e médias empresas e o pequeno empreendedor possam retomar suas atividades e gerar emprego no Estado de São Paulo.

Comentários