Lula passa o dia na região e pede votos

0

Ao lado de lideranças petistas de Osasco, ex-presidente discursa no calçadão da Antônio Agu / Foto: Eduardo Metroviche
Ao lado de lideranças petistas de Osasco, ex-presidente discursa no calçadão da Antônio Agu / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

Fernando Augusto

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou durante toda a terça-feira, 30, de eventos de campanha em Itapevi, Carapicuíba e Osasco. Lula caminhou pelos calçadões das três cidades e pediu votos para os candidatos do PT a deputado, à presidente Dilma Rousseff, ao candidato a governador Alexandre Padilha e ao senador Eduardo Suplicy.

Caminhada reúne milhares no calçadão

publicidade

No calçadão de Osasco Lula andou em um carro aberto com outras lideranças petistas da cidade e parou para discursar duas vezes, acompanhado por milhares de militantes e a população que passava pelo local. O ex-presidente ressaltou conquistas dos governos do PT na área da Educação. “Em 12 anos colocamos mais jovens na universidade do que a elite brasileira colocou em mais de um século. Em 12 anos fizemos três vezes e meia mais escolas técnicas que a elite brasileira fez em um século”, disse.

Lula criticou a cobertura que a mídia fez do governo Dilma e da campanha eleitoral. “Me bateram por oito anos e quando terminou meu mandato passei a ser, graças a vocês, o presidente com maior aprovação no mundo”, discursou.
Outras lideranças discursaram no calçadão, como o presidente estadual do PT, Emidio de Souza, o prefeito de Osasco, Jorge Lapas, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, Jorge Nazareno, entre outros.

publicidade

A caminhada terminou com mais um discurso de Lula no Largo de Osasco, em frente à estação de trem. Ele ressaltou as parcerias entre o governo federal e a Prefeitura nos últimos anos e disse que “não era possível continuar tendo um presidente da República que olhava para Osasco e não via Osasco”.

Lula voltou a pedir votos em Dilma e o empenho da militância nos últimos dias de campanha para tentar garantir uma vitória já no 1º turno. “A gente não pode brincar na hora de votar. Conheço muito bem o companheiro Aécio, conheço muito bem a companheira Marina e conheço bem a Dilma. Só tem uma pessoa que está qualificada para governar esse país nesse momento em que o mundo atravessa uma crise econômica sem precedentes e essa pessoa é a companheira Dilma Rousseff”, discursou. Lula disse ainda que a eleição de Dilma evita “que o país volte ao tempo do desemprego e do arrocho salarial.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão Atenta
Próximo artigoDebate da Globo tem confrontos diretos