Lupi critica golpe e confirma candidatura própria em 2018

0

À esquerda, o presidente do diretório municipal, Milton Cavalo, com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi / Foto: Divulgação
À esquerda, o presidente do diretório municipal, Milton Cavalo, com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi / Foto: Divulgação

publicidade

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, participou em Osasco da inauguração da nova sede do partido na cidade e falou sobre o momento do partido após a filiação de Ciro Gomes, provável candidato do partido à Presidência da República em 2018. Apesar de fazer críticas ao governo Dilma Rousseff, Lupi se posiciona contra o impeachment, que classifica como um golpe.
“Nosso projeto para 2018, além de ter candidatura própria à Presidência, é sair dos atuais 21 deputados para 40, 45 deputados federais”, diz Lupi. Já para a eleição do ano que vem, o objetivo do PDT é passar das cerca de 330 prefeituras para no mínimo 500.
Sobre o cenário político atual, Lupi disse que o desgaste do PT vai abrir um espaço no campo político de centro-esquerda, que pode ser ocupado pelo PDT. “A tendência é ocuparmos esse espaço, até pela vinda de muitos ex-petistas que estão vendo em nós do PDT um depositário fiel dos sonhos e esperanças de uma sociedade mais justa, das utopias que temos coragem de continuar tendo”.
Lupi falou sobre a crise na economia brasileira e disse que “o governo está praticamente paralisado”. No entanto, criticou a atuação da oposição. “Jamais estaremos do lado do golpe. Vejo que os mesmos adversários da Dilma são os golpistas que tramaram contra Getúlio [Vargas] em 1954, que tramaram contra Brizola, contra a história do trabalhismo”, comparou.
2016
O presidente do diretório de Osasco do PDT, o sindicalista Milton Cavalo, disse que o objetivo do partido para a eleição municipal do ano que vem é eleger mais um vereador na Câmara. Atualmente, o partido conta com o vereador Alex da Academia. Sobre a nova sede, disse que será importante para a formação política da militância e dos pré-candidatos.

publicidade
Comentários