Início Cidades Mãe alertou Vitória Gabrielly antes de desaparecimento: “Se tentarem te pegar, você...

Mãe alertou Vitória Gabrielly antes de desaparecimento: “Se tentarem te pegar, você corre”

0
Vitória Gabrielly

Rosana Guimarães, mãe da menina Vitória Gabrielly, de 12 anos, encontrada morta no sábado (16) ao lado dos patins que usava após oito dias desaparecida, em Araçariguama, no interior paulista, diz que tentou alertar a filha dias antes dela desaparecer.

publicidade

“Filha, cuidado na hora se te abordarem, se [alguém] te chamar na porta de um carro, você não vai. Se tentarem te pegar, você corre, você grita. Mas se ainda te pegarem, filha, você clama a Deus, que Deus vai cuidar de você”, relatou a mãe da estudante, em entrevista à TV Globo gravada um dia antes de o corpo da garota ser encontrado.

“Você vai em um lugar público, tenta ligar pra mamãe, nem que seja a cobrar. Você pede ajuda de policiais… Falei tudo isso pra ela. Sem nem saber o que estava pra acontecer”, continuou.

publicidade

O velório e enterro de Vitória Gabrielly, na manhã deste domingo (17), na cidade onde a jovem morava, reuniu cerca de duas mil pessoas, sob forte comoção. Rosana não participou por estar passando mal.

Um servente de pedreiro está preso temporariamente após dizer ter conversado com Vitória Gabrielly depois de ela ter sido avistada pela última vez, andando de patins próximo a um ginásio da cidade, por câmeras de videomonitoramento. Inicialmente ele era uma testemunha, mas o homem deu seis versões diferentes sobre o que sabia sobre o sumiço da menina e passou a ser suspeito.

publicidade

Entre as versões, ele afirmou que esteve com Vitória Gabrielly dentro de um carro junto a um casal. O suspeito relatou que foi deixado em uma rua e a garota continuou no carro com os dois. O casal apontado pelo servente foi ouvido e o carro vistoriado pelos policiais, e nada suspeito foi encontrado.

Uma das suspeitas é de que a menina tenha sido raptada por engano, em um crime motivado por vingança.

As buscas por Vitória Gabrielly mobilizaram toda a cidade de Araçariguama e região. Nos dias em que a menina ficou desaparecida, foram espalhados em carros e comércios do município adesivos com imagens dela e telefones para quem tivesse informações.

Policiais e agentes de segurança e das Defesas Civis de diversos municípios, entre eles Osasco e Barueri, foram a Araçariguama colaborar com as buscas pela estudante.

De Barueri, nesta quinta-feira (14) foram auxiliar nas buscas agentes do Grupo Tático de Motos (GTM) e da Ronda Ostensiva Municipal (Romu). Na quarta (13), homens da Defesa Civil, Guarda Civil Municipal (GCM) e cães farejadores de Osasco juntaram-se às buscas pela estudante.

Comentários