Mais de 6 mil metalúrgicos protestam por aumento real

0
Trabalhadores mobilizados em fábrica de Taboão da Serra / Foto: Joicy Costim

Trabalhadores mobilizados em fábrica de Taboão da Serra / Foto: Joicy Costim
Trabalhadores mobilizados em fábrica de Taboão da Serra / Foto: Joicy Costim

publicidade

Auris Sousa

Em campanha salarial, 6.500 metalúrgicos de Embu das Artes, Itapecerica da Serra e de Taboão da Serra protestaram na quarta, 2, e quinta-feira, 3, em frente às fabricas, por aumento real e renovação da Convenção Coletiva. O ato foi organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região.

Ainda não há proposta patronal

publicidade

Segundo a entidade, metalúrgicos de empresas como Dinatecnica, Albras, T&C, Bronzeart, Spaal, Repume, WTT, Jan Lips, participaram do ato e tiveram informações sobre o andamento das negociações com o grupo patronal.
A categoria entregou a pauta de reivindicações para os patrões dia 16 de setembro e até o momento não recebeu nenhum retorno. “Ainda não há proposta, nem de aumento real, nem de avanço para as mais de cem reivindicações para ampliação da convenção coletiva”, explicou o presidente do Sindicato, Jorge Nazareno.

Os atos dos metalúrgicos em frente as fábricas fazem parte do mutirão de assembleias organizado pelo Sindicato, que nas próximas semanas acontecerá também nas demais cidades da região, como Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Jandira e Cotia. De acordo com a entidade, as mobilizações vão acontecer até que hajam propostas satisfatórias para a categoria, em relação ao aumento real e a direitos.
Reivindicações

publicidade

Além do aumento real, a categoria reivindica valorização do piso salarial, renovação da Convenção Coletiva, jornada de 40 horas semanais, fim das terceirizações.
Os metalúrgicos de Osasco e região participam da Campanha Salarial Unificada, organizada pela Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, que representa cerca de 800 mil trabalhadores.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorE na Novela…
Próximo artigoAto relembra as torturas da ditadura